Menu
Busca quarta, 19 de setembro de 2018
(67) 9860-3221

Índio espanca esposa com pedaço de madeira em Japorã

20 maio 2011 - 09h28

As estatíscas de violência doméstica elevam a cada dia não somente nas cidades, mas nas aldeias. Na manhã de quinta-feira (19), um índio agrediu a esposam com pedaço de madeira, em Japorã. A Polícia Militar de Japora foi acionada para conter a violência.

De acordo com informações do site Ivinotícias, quando os policiais chegaram ao local, o agressor já tinha sido contido pelo capitão. A vítima apresentava vários hematomas, além do braço esquerdo quebrado.

O agressor confessou que estava embriagado quando foi tirar satisfações com a vítima por motivos de ciúme de outro indígena. O autor também agrediu o filho causando uma lesão atrás da orelha direita.

A vítima foi encaminhada para o hospital São Judas Tadeu de Iguatemi, após medicada foi liberada em seguida. O Índio foi encaminhado para Delegacia de Polícia de Mundo Novo para providências.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Colisão frontal mata passageiro de caminhonete e deixa três pessoas feridas
DOURADOS
Ladrão é amarrado por populares após tentar roubar bolsa de mulher
ORDEM DO DIA
Três projetos devem ser votados nesta quarta-feira na ALMS
ELEIÇÕES 2018
TSE nega resposta a Bolsonaro por vídeo usado em campanha de Alckmin
BR-163
Acidente envolvendo caminhão e caminhonete deixa dois em estado grave e um morto
ELEIÇÕES 2018
Justiça Eleitoral convoca representantes de partidos para reunião
POLÍTICA
Próximo presidente terá que fazer reforma da Previdência, diz Temer
PESQUISA
Governo Temer tem aprovação de 4% e reprovação de 78%, diz Ibope
DOURADOS
Homem esfaqueado pelo filho morre no Hospital da Vida
TELEVISÃO
Simone erra prato com ovos e é eliminada do MasterChef

Mais Lidas

DOURADOS
Idoso encontrado morto na pedreira foi vítima de latrocínio
MS-164
Trio é flagrado com mais de 1t de maconha no Copo Sujo
NARCO 060
Gaeco deflagra operação contra o tráfico em MS e "mira" policiais
PONTA PORÃ
Homem é preso após matar rival e deixar corpo em rodovia