Menu
Busca terça, 18 de setembro de 2018
(67) 9860-3221
MEIO AMBIENTE

Indígena é preso na região de fronteira com rifles e munições ilegais

20 outubro 2017 - 10h59Por Da Redação

Durante fiscalização em uma estrada vicinal na zona rural do município de Bela Vista, localizada na fronteira com o Paraguai, nas proximidades da Vila Damacê, a 45 km da cidade, Policiais Militares Ambientais prenderam no final da tarde desta quinta-feira, dia 19 de outubro, um indígena de 33 anos por porte ilegal de armas e munições.

O infrator caminhava pela na rodovia MS-384 e estava com dois rifles calibre 22 e cinco munições do mesmo calibre. As armas e as munições não possuíam documentação e foram apreendidas. A PMA suspeita que ele praticava caça ilegal na região.

O infrator, residente em Bela Vista, foi preso e encaminhado, juntamente com o material apreendido, à delegacia de Polícia Civil de Bela Vista, onde ele foi autuado em flagrante por crime de porte ilegal de arma. A pena para esse crime é de dois a quatro anos de prisão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DIREITOS DO CONSUMIDOR
Encontro Estadual tem confirmada a presença de 18 unidades do Procon em Dourados
CAMPO GRANDE
Omep e Seleta terão que devolver R$ 74 milhões aos cofres municipais
DOURADOS
Câmara solicita melhorias na infraestrutura e trânsito do município
ANTÔNIO JOÃO
Mulher é agredida com chutes e socos por marido e cunhado
GERAL
Prazo para beneficiários com menos de 60 anos sacarem PIS termina no dia 28
SÉRIE B
Londrina recebe o Figueirense em duelo de seis pontos
ADOLESCENTES
Agorafobia: 'por que passei 15 horas fugindo do casamento da minha melhor amiga'
SUL
Conheça Garopaba, em Santa Catarina
DOURADOS
Idoso encontrado morto na pedreira foi vítima de latrocínio
HOMEM MODERNO
3 dicas para usar anéis com estilo

Mais Lidas

DOURADOS
Homem encontrado na Marcelino morreu de causas naturais
FLAGRANTE
Mãe é presa na frente da filha traficando cocaína
DOURADOS
Corpo é encontrado na Marcelino Pires
DOURADOS
Morador flagra ladrão e aciona a polícia que consegue prende-lo