12/12/2011 15h30

Homem do grupo Che Guevara comete homicídio no assentamento Itamarati

 

Nádia Zangirolami

Um homem, de 31 anos, não identificado pela Polícia, do grupo Che Guevara - MST, foi acusado de ser autor de um disparo que resultou em um homicídio. O fato aconteceu neste final de semana, por volta das 19h20, no assentamento Itamarati, em Ponta Porã.

A vítima, encontrado já sem vida, estava deitada de barriga para baixo, sem camisa, com uma perfuração nas costas de aparência de ser de arma de fogo. Quem fez a denúncia foi um jovem de 19 anos e cunhado da vítima. O local foi preservado até a chegada da perícia técnica e segue com as investigações já que o acusado está foragido.

(2) Comentários

Restam caracteres. * Obrigatório
Digite as 2 palavras abaixo separadas por um espaço.
 

Pois é, com toda essa politica do desarmamento, despesas incontáveis, foram assassinadas essa quantidade de pessoas. Garanto que 95% foi de elementos com armas claandestinas. ~Cidadão de bem, não assalta, não trafica e não pratica crirme dessa natureza. Cidadão de bem e que tem arma legalizada, preserva pela sua integridade moral. Bando não, eles não tem o que perder, o vier pra eles está bom. Não acredito na história de entregar armas. Bandido não entrega arma. Entrega arma cidadão de bem. Eu não entregaria arma com esse banditismo que existe no Brasil. Vai ver se esse cara que cometeu esse assassinato em Itamarati, tem arma legalizada.Troco meu nome se tiver. Antigamente quando todos os homes portavam arma, o crime era 80% menos que hoje. Hoje qualquer pivete vagabundo porta arma ilegal.

 
Elio em 13 de dezembro de 2011 às 09:46


O que vem acontecendo no assentamento Itamarati já virou "moda", matar, matar, e os assassinos não vão presos, ficam por lá mesmo, continuando a matar... afinal até confessam para as autoridades os crimes, mas não são punidos, e assim a fila de órfãos aumenta. Será que tudo vai continuar impune? Bandidos que matam não podem ser mais fortes que a justiça!

 
elza farias em 12 de dezembro de 2011 às 19:16