Menu
Busca sábado, 16 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
TRIPLO HOMICÍDIO

Homem executado na fronteira é suspeito de ter assassinado policial em MS

11 fevereiro 2019 - 12h05Por Da Redação

Alessandro Nunes Moura, 20, um dos três homens fuzilados na noite de sábado (9/2), na região de fronteira entre Brasil e Paraguai, é suspeito de ter participado da morte do policial civil Wescley Dias Vasconcelos, 37, no dia 6 de março do ano passado na cidade de Ponta Porã. As informações são do Campo Grande News. 

Apesar da suspeita, ele nunca foi chamado para depor por falta de embasamento legal. “Ele trabalhava para quem pagasse mais”, disse um policial da fronteira ao site da Capital.

O rapaz foi executado na companhia do primo, Gabriel Zaracho Moura, 16, e do paraguaio Cesar Ortiz Zorrilla, 38, esse último era diretor da rádio Tupi FM, de Pedro Juan Caballero, cidade que faz fronteira com o Mato Grosso do Sul. 

O triplo homicídio aconteceu em Zanja Pytã, no lado paraguaio e todos foram atingidos por tiros de pistola. 

Ainda conforme o site, Alessandro estudava engenharia e estaria trabalhando como segurança de Cesar Zorrilla.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PROVAS AMANHÃ
Agência orienta candidatos de concurso a não viajarem com transportadores clandestinos
CASO QUE CHOCOU
Homem que furtou corpo de cemitério disse ter ouvido vozes
BRASIL
Repasses de fevereiro a beneficiários do Bolsa Família vão até o dia 28
BELEZA NATURAL
Asfalto da MS-450 avança entre morros e potencializa o turismo na Estrada Ecológica
FUTEBOL ESTADUAL
Histórico mostra Sete com ampla vantagem diante do Comercial
FLAGRANTE
Cocaína é apreendida em fundo falso de veículo
FÁTIMA DO SUL
Operação mira donos de empresas de fachada que vendiam cocaína
MORTE DE JORNALISTA
IML aponta politraumatismo como causa da morte de Ricardo Boechat
TRÂNSITO
Vídeo mostra acidente que matou duas pessoas em Dourados
CORUMBÁ
Motorista perde controle de direção, bate carro em poste e morre

Mais Lidas

DOURADOS
Homem que tramou assassinato de empresário tentou se matar antes de ser levado à PED
PORTE E POSSE DE ARMA
Justiça concede HC a empresário que teve morte encomendada pela mulher
DOURADOS
Envolvidos na trama contra empresário são transferidos à PED
AMAMBAI
Douradense é preso com mais de 1 tonelada de maconha em veículo roubado