Menu
Busca sexta, 21 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221
NOVA ALVORADA

Homem esfaqueou pastor porque ele ‘fomentava’ separação, diz polícia

23 outubro 2019 - 21h20Por Da redação

O suspeito de esfaquear um pastor após a realização de um culto teria cometido o crime porque, segundo apurado pela investigação policial, o líder religioso estaria ‘fomentando’ a separação dele da esposa. Segundo o site Midiamax, o suspeito já foi identificado e prometeu se entregar na delegacia de Polícia Civil de Nova Alvorada do Sul.

De acordo com o delegado Rômulo Teixeira Marcelo, o rapaz tem 29 anos e antes de esfaquear o pastor, teria agredido a esposa. “Ele dizia que o pastor estaria incentivando a separação e então foi até a igreja”, contou o delegado. Na igreja, localizada no bairro Maria de Lourdes, o culto havia encerrado, foi quando o suspeito agiu.

Ele desferiu uma facada na região da cabeça do pastor, que foi atingido próximo a orelha. “Eles entraram chegaram a entrar em luta corporal”, complementou Rômulo Marcelo. O pastor foi socorrido e levado ao Hospital municipal Francisca Ortega.

A vítima ainda não foi ouvida pela polícia, que prossegue com as investigações.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Associações pedem que Reinaldo revogue aumento do ICMS da gasolina
CAMPO GRANDE
Mulher é presa após xingar idoso e bater na vizinha com mangueira
BATAYPORÃ
Chuva de 90 milímetros coloca cidade de MS em situação de emergência
FOLGA
Bolsonaro passa o carnaval em unidade do Exército no Guarujá
CAPITAL
Major da PM que matou ex-namorado foi agredida e ficou em cárcere
ECONOMIA
Projeto Maracujá Agroecológico começa a dar resultado a produtores
PONTA PORÃ
Homem tenta agarrar atendente e é preso por importunação sexual
EDUCAÇÃO
UEMS publica terceira Chamada da Lista de Espera do Sisu
COXIM
Investigado por estuprar crianças, idoso usava presentes para atrair vítimas
FUTEBOL
MP libera estádio de Maracaju, mas com limite de até mil torcedores

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher ameaça se jogar de torre no Jardim Guaicurus
DOURADOS
Júri termina com réu condenado a 15 anos por matar desafeto em 2018
DOURADOS
Fechamento e promoções levam multidão a fazer fila em hipermercado
DOURADOS
Polícia vai ao Guaicurus e prende condenado por pedofilia