Menu
Busca sábado, 20 de julho de 2019
(67) 9860-3221
MEIO AMBIENTE

Homem é multado em R$ 1 mil por transporte de pescado ilegal

05 outubro 2017 - 09h56Por Da Redação

Policiais Militares Ambientais de Costa Rica, que trabalham na operação pré-piracema autuaram um homem de 55 anos, residente em Coxim, com 10 quilos de pescado ilegal.

Durante bloqueio realizado na tarde desta quarta-feira, dia 04 de outubro, na rodovia BR 359, no entroncamento com a rodovia vicinal do Cafezinho, no município, os Policiais abordaram um veículo Ford/F-4000, com placas de São Paulo, onde estava o infrator e apreenderam um exemplar de peixe da espécie pintado, pesando 10 quilos 

O pescado era transportado sem a licença ambiental e sem a Guia de Controle de Pescado (GCP), que é obrigatória.

O pescado foi apreendido. Os policiais efetuaram auto de infração administrativo e aplicaram multa no valor de R$ 980,00 contra o autuado. O peixe será doado para instituições filantrópicas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASILEIRÃO
Três jogos encerram rodada da Série B neste sábado
TRÂNSITO
Mulher morre após acidente entre carro e moto
BRASILEIRÃO
Vasco vira diante do Fluminense e volta a vencer no campeonato
DOURADOS
Bancada de MS terá que "brigar em Brasília" para garantir hospital da mulher e da criança
INTERNACIONAL
Trump diz que ajuda a resolver questão entre a Coreia do Sul e o Japão
SAÚDE PÚBLICA
Julho Amarelo terá ações sobre IST e hepatites virais em Dourados
NOVA ALVORADA DO SUL
Anta com mais de 170kg é resgatada após cair em estação de tratamento de esgoto
SUB-17
Comercial e Cena entram em campo pela liderança do grupo E
NIOAQUE
Satélite denuncia desmatamento e homem é multado por crime ambiental
DOURADOS
Geraldo despista sobre pré-candidatura à prefeitura e diz que debater eleição agora é “desserviço”

Mais Lidas

DOURADOS
Homem é baleado com quatro tiros no Estrela Verá
DOURADOS
AGORA: Homem é baleado no Estrela Verá
HOMICÍDIO
Jovem é assassinado com tiro de 9mm em Itaporã
INVESTIGAÇÕES
Preso no RJ, suspeito de planejar morte de “chefão da fronteira” é acusado de lavagem de dinheiro em MS