Menu
Busca quarta, 20 de março de 2019
(67) 9860-3221
ALDEIA BORORÓ

Homem é esfaqueado após bater na mãe e irmãs

11 outubro 2017 - 08h45Por Adriano Moretto e Osvaldo Duarte

Vanilton Alves Medina, 25, foi ferido com golpes de faca após agredir a mãe e duas irmãs na Aldeia Bororó, Reserva Indígena de Dourados, no final da tarde de terça-feira (10). 

De acordo com as informações da ocorrência, ele estava completamente embriagado na casa onde reside e começou a discutir. 

Em seguida, agrediu a mãe e uma das irmãs, quando a outra mulher, identificada como Cilene, tentou conversar com ele e acabou apanhando.

Para se defender, conforme depoimento dela à polícia, pegou uma faca e atingiu o irmão na barriga. Ele foi encaminhado por equipe da saúde indígena e entregue ao Corpo de Bombeiros na MS-156, para ser internado no Hospital da Vida em estado grave.

Levada ao 1º Distrito Policial, Cilene prestou depoimento e foi liberada.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAU
Laura Keller exibe barriga chapada e corpo torneado ao renovar o bronze
PONTA PORÃ
Motorista que dirigia para traficante na fronteira sobrevive a 9 tiros de fuzil
OBRIGAÇÕES
MPT recomenda suspensão de repasses ao Instituto Gerir
POLÍTICA
Reforma dos militares será decidida em reunião nesta quarta-feira
UEMS
Abertas inscrições para Programa de Bolsas para Jovens Professores
NOVA ALVORADA
Polícia prende dois homens com veículo roubado na rodovia MS-145
INTERNACIONAL
Bolsonaro diz que retorna com “a sensação de missão cumprida”
COSTA RICA
Juiz decreta preventiva de acusado de matar a mulher com machadinha
DOF
Operação prende sete integrantes de facção ligados ao tráfico de drogas
STJ
Puccinelli responderá acusações da Papiros de Lama em liberdade

Mais Lidas

FRONTEIRA
Homem é executado enquanto tomava tereré na frente de açougue
FRONTEIRA
Motorista que teria ligação com Pavão é executado a tiros e outro fica gravemente ferido
DOURADOS
Pai e madrasta de criança morta por agressão vão a júri popular
FARRA
Polícia é acionada após grupo fazer festa em motel e tentar sair sem pagar