Menu
Busca sexta, 24 de maio de 2019
(67) 9860-3221
MS

Homem é autuado por transporte de pescado ilegal

21 abril 2019 - 13h02Por Da redação

Policiais Militares Ambientais de Batayporã, que trabalham na operação Semana Santa autuaram no final da tarde do dia 18, um homem de 53 anos, residente em Nova Andradina, com 27 kg de pescado ilegal. Durante bloqueio em uma estrada vicinal, no município, os Policiais abordaram um veículo VW Gol, onde estava o infrator e apreenderam os 27 kg de pescado, que eram transportados sem a licença ambiental e sem a Guia de Controle de Pescado (GCP).

Conforme o órgão, tratava-se de dois exemplares de peixes da espécie pintado, que o infrator alegou tê-los comprado nas proximidades do rio Ivinhema, no município de Angélica. O pescado foi apreendido.

s policiais efetuaram auto de infração administrativo e aplicaram multa no valor de R$ 1.160,00 contra o autuado. Os peixes serão doados para instituições filantrópicas.

CONTROLE DOS RECURSOS PESQUEIROS

No Mato Grosso do Sul a legislação exige que todo pescado seja vistoriado e declarado, para que haja o controle dos estoques pesqueiros, no sentido de manutenção deste importante recurso ambiental. A Guia de Controle de Pescado (GCP) regulariza o transporte, o armazenamento e beneficiamento do pescado. Esta vistoria é exigida legalmente, pois a Guia de Controle é um instrumento importante para o monitoramento de dois fatores relativos ao pescado nativo. O primeiro é a vigilância no momento do beneficiamento para evitar que sejam beneficiados peixes capturados abaixo da medida permitida, bem como capturados com petrechos proibidos.

O segundo é que, com as informações coletadas são realizados o controle e monitoramento dos estoques pesqueiros, para um melhor gerenciamento. Por exemplo: aumentar tamanho de captura para alguma espécie que esteja sendo sobrepescada, no sentido de se equilibrar as populações de peixes nos rios e emitir as licenças para a pesca amadora e profissional, dentro do que o recurso pesqueiro possa suportar.

A falta de vistoria e lacre não se caracteriza crime, mas é infração administrativa, com previsão de multa e apreensão do produto da pesca. A multa é de R$ 700,00 a R$ 100.000,00 com mais R$ 20,00 por cada quilo do pescado ilegal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MATO GROSSO DO SUL
Governo convoca candidatos de concursos PM e Bombeiros para entrega de Formulário de Investigação Social
CAGED
Dourados fecha abril com quase 500 novos postos de trabalho
BRASIL
Marinho: Reforma da Previdência pode ser votada no 1º semestre
NOVE ANOS DEPOIS
Fazendeiros são condenados por acidente com gado solto na pista
ECONOMIA
Governo assina termo cooperação técnica para reformulação do Regime de previdência
ANASTÁCIO
Polícia encontra quase 200kg de maconha no porta-malas de veículo
ECONOMIA
Abril tem a maior criação de emprego formal para o mês desde 2013
DECOR
Parede de giz na cozinha pode dar um toque especial no decor
APÓS INVESTIGAÇÃO
Polícia conclui que atentado registrado por vereadora foi acidente de trânsito
ARTES MARCIAIS
Competição de MMA divulga card de lutas

Mais Lidas

DOURADOS
Preso em operação estava sob monitoramento por assalto
DOURADOS
Vereadora vai à delegacia e diz ser vítima de atentado
DOURADOS
Ciclista atropelado na Marcelino morre após meses de tratamento
DOURADOS
Preso é encontrado morto na PED em mesmo raio onde ocorreu pente-fino
Rapaz estava enforcado em uma das celas da unidade penal