Menu
Busca terça, 19 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221

Homem é agredido com taco de sinuca e quase castrado por dupla

02 junho 2011 - 15h35

L. C. S., de 27 anos, foi agredido no município de Itaquiraí por uma dupla munida com um taco de sinuca. Eles ainda pegaram uma faca e tentaram cortar o órgão genital da vítima.

Segundo informações do boletim de ocorrência, o homem caminhava pela Avenida Industrial, quando próximo ao Bosque Municipal foi abordado por dois rapazes, conhecidos como “Gabriel” e “Vaguinho”.

Eles desceram do Fiat Uno em que estavam e passaram a agredir a vítima com o taco. Em seguida, se apoderaram de uma faca de mesa e tentaram cortar seu órgão genital.

O rapaz foi socorrido e encaminhado ao hospital, onde se encontra em observação e talvez seja necessária uma intervenção cirúrgica. No hospital, a vítima contou que os autores o acusavam de um furto que ele alega não ter cometido.

O caso foi registrado como lesão corporal dolosa no 1º DP da cidade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASÍLIA
Bancada de MS no Congresso elege Nelsinho Trad como o coordenador do grupo
BRASIL
Marco Aurélio nega recurso e Bolsonaro terá de pagar indenização
RURAL
Em MS, Iagro e SES enfrentam venda e uso irregular de agrotóxicos na agricultura
DOURADOS
Processo contra frigorífico resulta em equipamentos a unidades hospitalares
TV
Marina Ruy Barbosa nega festinha íntima com colegas de novela
DOURADOS
Câmara revoga financiamento de R$ 5 milhões autorizado à prefeitura
BRASIL
Maior superlua do ano ocorre nesta terça-feira
BR-463
Carro de luxo roubado em SP é recuperado no mesmo dia em MS
REUNIÃO EM BRASÍLIA
Reinaldo Azambuja discute Lei Kandir e concessão da BR-163 com bancada federal
BRASIL
Morre no Rio ex-ministro João Paulo dos Reis Velloso

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Motociclista atropela, mata criança de 1 ano em Dourados e foge do local
DOURADOS
Motorista tenta desviar de outro veículo e bate carro em árvore
NOVA ANDRADINA
Mãe de 16 anos mata filha de apenas 21 dias
DOURADOS
Um ano após pedido de demissão, ex-secretário de Délia retorna à prefeitura