Menu
Busca quarta, 23 de janeiro de 2019
(67) 9860-3221

Homem atira na nuca de ex e comete suicídio em Campo Grande

21 dezembro 2012 - 11h16



Um homem de 27 anos morreu na manhã desta quinta-feira em Campo Grande (MS) depois de atirar contra a ex-mulher e também disparar contra si mesmo. Rafael Felastiga de Souza Lima e Bruna Moura Araújo, 24 anos, estavam separados há três meses e ele não aceitava o fim do relacionamento.


O crime aconteceu pouco depois de Bruna chegar ao trabalho, em uma loja de tapetes no centro da capital. Testemunhas contaram à polícia que o jovem chegou em uma motocicleta, entrou no estabelecimento, fechou a porta e, após uma discussão, disparou contra a ex-companheira.

O tiro atingiu a nuca de Bruna, que está internada na Santa Casa de Campo Grande em estado grave. O disparo de Rafael contra si foi na cabeça. Ele foi encaminhado para o hospital, ainda com vida, mas não resistiu e morreu ainda pela manhã.

O casal estava junto há oito anos e amigos diziam que o relacionamento era conturbado, devido aos ciúmes do rapaz. Ele já havia ameaçado de morte a jovem outras vezes, mas ela não chegou a registrar queixa na polícia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COXIM
Mulher não consegue falar com marido que é encontrado morto pela filho
UFGD
Concursos para docentes e técnicos divulgam candidatos isentos
ECONOMIA
Secretaria de Fazenda publica valor atualizado de Uferms para fevereiro
FORÇAS ARMADAS
Polícia recupera pistola de uso restrito desaparecida desde 2016
APRENDIZES-MARINHEIRO
Marinha abre inscrições para concurso com 1 mil vagas em todo país
ANASTÁCIO
Homem agride e furta dinheiro mãe para comprar bebida alcoólica
TELEVISÃO
Vanderson sai da casa para depor e é desclassificado do BBB19
CORUMBÁ
Homem é autuado por maus tratos a cavalo
PRIORIDADES
Onyx apresenta 35 metas para os primeiros 100 dias de governo
FUTEBOL
Aquidauanense e Urso empatam e dividem liderança do Estadual

Mais Lidas

POLÍCIA
Homem morre após ser atropelado por Mini Carregadeira em Dourados
BRASILÂNDIA
Dono de casa de prostituição é preso por tráfico de mulheres
ENERGISA
Consumidores podem recorrer ao valor da conta de energia sem sofrer corte no fornecimento
TRÁFICO
Carga de cocaína apreendida na BR-463 poderia render até R$ 47 milhões no Brasil