Menu
Busca terça, 25 de setembro de 2018
(67) 9860-3221
MEIO AMBIENTE

Gaúcho é multado por ampliar rancho em área de matas ciliares

07 dezembro 2017 - 11h46Por Da Redaçao

Uma equipe de Policiais Militares Ambientais do Grupamento de Águas do Miranda em Bonito, realizava fiscalização na região conhecida como Pesqueiro do Noé, a 60 km da cidade, quando localizou, a ampliação e reforma em alvenaria de um rancho pesqueiro, contruido às margens do rio Miranda, dentro da área de preservação permanente (APP) de matas ciliares, que é protegida por lei. O infrator construía sem autorização ambiental.

A PMA interditou as atividades. O infrator de 61 anos, residente na cidade de Canoas, no Rio Grande do Sul, foi autuado administrativamente e multado em R$ 1.500,00 pela construção ilegal.

Ele também responderá por crime ambiental de degradar área de preservação permanente (APP) e, se condenado, poderá pegar pena de detenção, de um a três anos.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Início do horário de verão é confirmado para o dia 04 de novembro
LEGISLATIVO
Câmara de Dourados aprova Programa de Recuperação Fiscal durante sessão ordinária
CÂNCER
Justiça manda município fornecer medicamento de alto custo
ECONOMIA
Dólar fecha em leve queda de olho em exterior e cenário eleitoral
RECURSO NEGADO
STF manda prender Acir Gurgacz, candidato ao governo de Rondônia
DOURADOS
Palestra alerta sobre casos de depressão entre estudantes universitários
ELEIÇÕES 2018
Eleitor escolherá seis candidatos e deve se atentar a nova ordem de votação
AQUIDAUANA
Pescadores são autuados em R$ 6,7 mil com petrecho proibido, pescado, tarrafas e três veículos
JOGOS ESCOLARES
Delegação do MS embarca para fase regional em SC
CAMPO GRANDE
Companhia diz que aeronave alterou voo para manutenção

Mais Lidas

DOURADOS
Adolescente é encontrado baleado na rua e morre no HV
DOURADOS
Justiça mantém flagrante, mas concede liberdade a suspeita de alterar cena do crime
DOURADOS
Polícia encontra bilhete com “mula” e fecha entreposto de drogas no Estrela Porã
OPERAÇÃO REMAKE
Gaeco cumpre mandados e apura desvio de R$ 670 mil em sindicato