Menu
Busca quinta, 27 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221
TRÊS LAGOAS

Garota de programa é agredida após se negar a dormir com cliente

10 setembro 2019 - 21h35Por Da redação

Uma garota de programa de 23 anos procurou a delegacia de Polícia Civil após ser agredida pelo cliente em uma casa noturna de três Lagoas, na madrugada desta terça-feira, dia 10 de setembro.

De acordo com o boletim de ocorrência, a jovem contou à polícia que teve um desentendimento com o cliente após ter extrapolado o horário combinado.

Conforme o site Hoje Mais Três Lagoas, o homem insistia em querer dormir com a vítima e irritado após ela se negar desferiu um soco na testa da vítima, causando lesão no local.

A garota já havia feito outros dois programas com o mesmo cliente, no entanto, não soube dizer para a polícia o nome completo do agressor. Segundo ela, o autor da agressão trabalha em uma empresa de serviços elétricos, e se encontra alojado próximo à casa noturna.

O caso foi registrado na 3ª Delegacia de Polícia Civil de Três Lagoas..

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDITAL
Edital Uniodonto
RUA MONTE ALEGRE
Mulher tem casa invadida e ‘limpa’ em furto na Vila Planalto
DOURADOS
Com mais de R$ 60 mil acumulados, homem é preso por não pagar pensão
AQUIDAUANA
Trio é preso com carro furtado após atropelar motociclista
LOTERIA
Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 200 milhões nesta quinta-feira
ECONOMIA
Sefaz-MS disponibiliza página de autoatendimento do IPVA na internet
PEDRO JUAN
Rapaz de 29 anos desaparece e carro é encontrado queimado na fronteira
FUTEBOL
Águia Negra é goleado em SP e se despede da Copa do Brasil
EDUCAÇÃO
Fies: candidatos já podem acessar resultados no site do programa
NOVA ANDRADINA
Menino de 6 anos morre atropelado por carreta em avenida

Mais Lidas

MULTIDÃO
Carnaval na praça central de Dourados termina em ‘confusão e sujeira’
DOURADOS
Mulher tenta sair de mercado com quase R$ 700 em compras sem pagar
INVESTIGAÇÃO
Ex-prefeito de Amambai foi morto após discussão por desacordo trabalhista
PONTA PORÃ
Estado monitora caso suspeito de Coronavírus na fronteira