Menu
Busca domingo, 22 de abril de 2018
(67) 9860-3221
Clube Indaiá - Janeiro 2018

Gangue desacata e agride policial e dois terminam presos

14 dezembro 2003 - 11h24

O casal Nilza Silvéria Pessoa, de 32 anos, e o policial militar Antonio Carlos Lobo, de 40 anos, foram xingados por uma gangue enquanto passavam de carro pelo cruzamento da Rua Três Lagoas com Rua Beirute, no bairro Santo Amaro, em Campo Grande, por volta das 21h40 de ontem.De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Civil, o policial saiu do carro para tomar satisfação e vários jovens começaram a agredi-lo. Sua esposa tentou ajuda-lo, mas também foi alvo da violência da gangue. Nilza sofreu ferimentos na cabeça, braços e pernas e seu marido no braço. Os jovens foram detidos e no caminho para o 1° DP (Departamento de Polícia) o assoalho do camburão ficou danificado. Claudia Lima, de 20 anos, confessou ter sido a autora de tal delito contra patrimônio público. O outro detido foi Leonardo Américo da Costa Aragão, de 19 anos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAUUUU!!
De lingerie, Mel Fire posa sensual e garante ser totalmente natural
SÉRIE D
Ministério Público libera Morenão até o fim do Brasileirão
FLAGRANTE
Paulista é preso com maconha, skunk e haxixe na rodoviária
TRIBUTO
Faltam poucos dias para fim do prazo de entrega da declaração do IRPF. Tire suas dúvidas
IMAM
Indicações ao prêmio Troféu Marco Verde continuam abertas
CIRCUITO CAIXA
Paratleta de MS conquista medalhas de ouro em competição nacional
LEVANTAMENTO
Governo recebe estudos técnicos do projeto de concessão da Rodovia MS-306
BRASIL
Mudanças nas regras de financiamento podem aquecer mercado imobiliário
AGENDA
Reinaldo vem a Dourados na segunda para entrega de residencial
QUASE R$ 400 MIL
Pedro Chaves é o que mais usou verbas indenizatórias em MS

Mais Lidas

RIO BRILHANTE
Homem morre após cair com veículo em rio
JARDIM GUANABARA
Homem é preso acusado de abusar de criança em Dourados
CAMPO GRANDE
Mulher morre ao ser arremessada de caminhonete
DOURADOS
Adolescente que comprava maconha no Paraguai para revender é apreendido