Menu
Busca terça, 29 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
MEIO AMBIENTE

Fazendeiro é multado em R$ 5,5 mil por exploração ilegal de madeira

21 julho 2019 - 18h13Por Da Redação

Durante fiscalização ambiental nas propriedades rurais do município de Amambai, Policiais Militares Ambientais autuaram o proprietário de uma fazenda, por crime ambiental de exploração ilegal de madeira em área protegida por Lei.

O autor realizou a derrubada de diversas árvores de grande porte em uma área de Mata Atlântica na propriedade, bioma protegido pela Lei Federal 11.428/2006, para uso da madeira na construção de cercados para criação de porcos e galinhas, sem autorização do órgão ambiental.

As atividades foram paralisadas e a madeira apreendida. O infrator de 52 anos, residente em Amambai, foi autuado administrativamente e multado em R$ 5.500,00. O proprietário responderá por crime ambiental. A pena é de um a três anos de detenção.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Suspeito de conduzir caminhão com 33t de maconha é preso no MT
SAÚDE & BEM - ESTAR
TPM e Hipnose Clínica: O recurso está na mente!
DOURADOS
Planos de escolas particulares serão analisados ‘em período epidemiológico oportuno’
INFORME PUBLICITÁRIO
Dalfort entrega obra com até 20% de economia e com prazo de conclusão reduzido
DOURADOS
Homem denunciado por violência doméstica é encontrado com arma dentro do veículo
DOURADOS
Entre vereadores que buscam seguir na vida pública, seis empobreceram no mandato
MEIO AMBIENTE
Empresa é multada em R$ 15,5 mil por desviar córrego para loteamento
EMPREGO
MSGás está com edital aberto para estagiários em duas cidades
FEMINICÍDIO
Filha de oito anos presenciou o pai agredir e jogar a mãe em poço
FUTEBOL
José Carlos Peres é afastado da presidência do Santos; vice assume

Mais Lidas

POLÍCIA
Comerciante morre em acidente na MS-276
REGIÃO
Homem que disse ter encontrado mulher morta volta atrás e confessa feminicídio
LAGUNA CARAPÃ
Homem sente falta de esposa, vai procurar e a encontra morta em poço
DOURADOS
Festa com mais de cem pessoas é encerrada no Novo Horizonte