Menu
Busca quinta, 19 de setembro de 2019
(67) 9860-3221

Ex-jogador acusado de homicídio doloso é preso em Jardim

10 junho 2011 - 06h48

A Polícia Civil cumpriu nesta quinta-feira (9) em Jardim, cidade distante 240 quilômetros de Campo Grande, mandado de prisão preventiva contra um ex-jogador de futebol de 24 anos acusado de homicídio doloso. O crime teria sido praticado em fevereiro deste ano em Rio Brilhante, a 190 quilômetros de Jardim.

O ex-atleta formou-se nas categorias de base de um time de Campo Grande e chegou a atuar como profissional em equipes da Série A do Campeonato Sul-Mato-Grossense em Dourados e Rio Brilhante, antes de abandonar o futebol há mais de um ano. De acordo com a polícia, o rapaz trabalhava em Jardim, onde morava com os tios, e não ofereceu resistência à prisão.

De acordo com o advogado de defesa Sidney Foroni, o cliente nega a autoria do crime e só foi preso porque teria deixado de avisar à justiça que sairia de Rio Brilhante, onde responde a processo. O ex-jogador deve ser ouvido em audiência na Vara Criminal de Rio Brilhante em 15 de junho.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COXIM
Mulher morre após levar picada de abelha em fazenda
ECONOMIA
Dólar fecha em alta e volta ao patamar de R$ 4,16
FUTEBOL FEMININO
Pia Sundhage chama Marta em nova convocação para amistosos
POLÍCIA
PRF apreende caminhonete com cerca de 3 toneladas de maconha
SIDROLÂNDIA
Homem é preso acusado de estuprar criança de 3 anos
FESTA
2ª Peixada Dourados News é no sábado e vendas de camisetas convites entram na “reta final”
TV
Programa coloca cenário artístico do MS no centro do jornalismo diário
DOURADOS
Justiça concede liberdade a mulher que liderava quadrilha presa com 1t de maconha
BRASIL
Alvo da PF, Bezerra põe o cargo de líder do governo no Senado à disposição
CRIME AMBIENTAL
Grupo é multado em quase R$ 300 mil por desmatamento ilegal

Mais Lidas

DOURADOS
De assaltante frustrado a autor de furto, jovem agora é apontado como assassino frio e cruel
DOURADOS
“Terror”: Empresário foi agredido e ameaçado de morte durante roubo de joias
CRIME BRUTAL
Após matar pai e filho, assassino arrancou cérebro de menor e manteve fogo aceso para queimar corpos
DOURADOS
Interno foge da PED durante trabalho de manutenção