Menu
Busca terça, 18 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Ex-jogador acusado de homicídio doloso é preso em Jardim

10 junho 2011 - 06h48

A Polícia Civil cumpriu nesta quinta-feira (9) em Jardim, cidade distante 240 quilômetros de Campo Grande, mandado de prisão preventiva contra um ex-jogador de futebol de 24 anos acusado de homicídio doloso. O crime teria sido praticado em fevereiro deste ano em Rio Brilhante, a 190 quilômetros de Jardim.

O ex-atleta formou-se nas categorias de base de um time de Campo Grande e chegou a atuar como profissional em equipes da Série A do Campeonato Sul-Mato-Grossense em Dourados e Rio Brilhante, antes de abandonar o futebol há mais de um ano. De acordo com a polícia, o rapaz trabalhava em Jardim, onde morava com os tios, e não ofereceu resistência à prisão.

De acordo com o advogado de defesa Sidney Foroni, o cliente nega a autoria do crime e só foi preso porque teria deixado de avisar à justiça que sairia de Rio Brilhante, onde responde a processo. O ex-jogador deve ser ouvido em audiência na Vara Criminal de Rio Brilhante em 15 de junho.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CASSILÂNDIA
Bandidos invadem revendedora de carros, arrombam cofre e levam R$ 25 mil
DOURADOS
Polícia volta a empresa alvo de operação e cumpre novos mandados
NEGÓCIOS & CIA
Carros para todos os momentos, a Unidas tem
BRASIL
Resultado da segunda chamada do ProUni já está disponível
ELEIÇÕES 2020
Mochi vê em Renato Câmara "prefeito com perfil ideal para Dourados"
Educação
O que você vai fazer pela sua carreira em 2020?
AQUIDAUANA
Membro do PCC tenta fugir, bate em viatura e é preso com droga
ASSASSINATO
Réu por crime descrito como extermínio vai a júri popular nesta terça em Dourados
LEGISLATIVO
Deputados analisam dois vetos durante a sessão ordinária desta terça-feira
Saúde e Bem-estar
Falando de Disgrafia!

Mais Lidas

DOURADOS
Ferido com tiro no peito, entregador chega pilotando moto na UPA
DOURADOS
Líderes de motim que causou estragos na Unei são levados à delegacia
DOURADOS
VÍDEO: Internos 'batem grade' e queimam colchões em princípio de rebelião na Unei
FRONTEIRA
Festa termina com aniversariante e convidado assassinados por pistoleiros