Menu
Busca sexta, 17 de agosto de 2018
(67) 9860-3221

Espanhola é flagrada com 3 quilos de cocaína amarrados ao corpo

27 novembro 2012 - 11h12

Policiais Militares do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), apreenderam no início da madrugada do último domingo, dia 25 de novembro, em bloqueio realizado na rodovia BR-262, região de Corumbá, dois quilos e 860 gramas de cocaína, que estavam sendo transportados em um ônibus que fazia o itinerário Corumbá/Campo Grande.

Durante vistorias e busca pessoal foram localizados, amarrados nas pernas da passageira, G.D.S, 33 anos, moradora na cidade de Terrassa, na Espanha, seis volumes, envolto em fitas adesivas, contendo a cocaína.

Questionada a respeito da droga, G.D.S informou ter adquirido na cidade de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia e pretendia levar até a cidade de Málaga, na Espanha.

Diante dos fatos, ela foi presa e encaminhada juntamente com a droga para a Delegacia de Polícia Federal de Corumbá, para as providências pertinentes a Polícia Judiciária.


Deixe seu Comentário

Leia Também

UAUUUUU!!
Giovanna Ewbank exibe bumbum e impressiona fãs com biquíni cavado
MATO GROSSO DO SUL
Cassems aparece no ranking das melhores e maiores empresa do Brasil pelo 10º ano consecutivo
INDÚSTRIA 4.0
Realidade aumentada é alternativa para aumentar produtividade do trabalhador
ELEIÇÕES 2018
Comitê da ONU pede que Lula participe de eleição
EDUCAÇÃO
Capacitação para quem atuará no Enem em MS acontece amanhã
PANTANAL
Acesso à MS-228 entre Lampião Aceso e MS-184 é liberado parcialmente
ECONOMIA
Seguradora lança programa de emprego para beneficiários do DPVAT
ELEIÇÕES 2018
TSE nega novo pedido de Lula para participar de debate na TV
COTAÇÃO
Dólar sobe e termina a semana acima de R$ 3,90
CONTRABANDO
PM apreende carga de cigarros e volume de apreensões bate recorde no ano

Mais Lidas

DOURADOS
Madrasta de criança morta é autuada por homicídio
DOURADOS
Além da madrasta, delegado autua o pai e ambos responderão pela morte de criança
DOURADOS
Criança de 1 ano teve trauma no tórax e laceração hepática
DOURADOS
Defesa questiona "condenação social" e diz que pai de criança não tem ligação com morte