06/04/2014 17h17 -

Empresário que estava sumido é encontrado morto, com tiro na cabeça

 

.

O corpo do empresário Erlon Peterson Pereira Bernal, de 32 anos, que estava desaparecido há cinco dias, foi encontrado há pouco pela Polícia Civil em uma casa, no bairro Tijuca, em Campo Grande.

Desaparecido desde a última terça-feira, o empresário foi assassinado com um tiro na cabeça e jogado em um poço, no quintal do imóvel, conforme as primeiras informações.

A casa onde o corpo foi localizado fica a uma quadra da delegacia de Polícia do bairro.

O autor do crime, identificado apenas como Rafael, também já está preso e foi quem apontou o lugar. O crime pode ter sido encomendado de dentro de um dos presídios de Campo Grande.

A família foi comunicada, mas não quis falar com a imprensa. Hoje pela manhã, a esposa do empresário disse que estava confiante. A família passou o domingo reunida na casa do pai de Erlon em correntes de orações.

O caso está sob responsabilidade da Defurv (Delegacia Especializada de Repressão ao Furto e Roubo de Veículos). Segundo o site Campo Grande News, até um helicóptero foi usado na tentativa de localizar Erlon. O sumiço mobilizou, inclusive, amigos que passaram a fazer buscas por conta própria.

A última vez que foi visto, Erlon saia de casa para mostrar o seu veículo Golf prata, com placas HTJ 7457. Ele combinou o encontro com um suposto cliente na rotatória da fábrica da Coca-Cola, localizado na saída para Dourados, às 14 horas da última terça-feira, dia 1° de abril. (Campo Grande News)