Menu
Busca quinta, 09 de abril de 2020
(67) 9860-3221
SURTO EM MOTEL

Empresário diz que só a mulher que morreu sob caminhão se drogou

21 janeiro 2020 - 22h35Por Da Redação

O empresário de 30 anos, que estava em motel localizado na saída de Campo Grande, para Três Lagoas com a médica veterinária de 29 anos, alegou que ela fez uso de substâncias em algum momento durante o período de cerca de 3 horas em que estiveram no quarto do estabelecimento. A mulher - que ainda têm origem desconhecida - e saiu em surto no local, morreu debaixo de um caminhão. 

Dentro do quarto, a perícia apreendeu quatro latas de cerveja e uma quantidade de entorpecente - apontado como cocaína - e conforme apurado pelo jornal Correio do Estado, o empresário afirmou em depoimento na tarde de ontem (20) não ter feito uso tanto do álcool quanto da droga.

Ele é considerado a principal testemunha do caso, já que estava com a mulher. Segundo o delegado responsável pela investigação, Ricardo Meirelles, da 3ª Delegacia de Polícia de Campo Grande, ele será ouvido “quantas vezes forem necessárias” e está colaborando com a polícia. Além dele, outras pessoas envolvidas estão sendo ouvidas durante esta semana. Mais de 10 testemunhas, entre funcionários do motel, moradores que presenciaram o surto e familiares da vítima foram ouvidas informalmente e agora irão prestar esclarecimentos oficiais à polícia.

Meirelles agora espera o resultado do exame necroscópico e alguns procedimentos complementares. “Vejo a necessidade de alguns outros exames, como o anatomopatológico e o toxicológico, para saber o que a vítima ingeriu, o quanto ingeriu ou a presença de alguma doença”, revelou ele ao Correio do Estado. O resultado deve sair em torno de 10 dias. 

O CASO

Durante a noite de quinta-feira (16), segundo informações do boletim de ocorrência, testemunhas viram a vítima sair correndo de um motel transtornada, espumando pela boca, gritando o tempo todo, se jogando e rastejando pelo chão até entrar embaixo de um caminhão.

O empresário apareceu no local em uma caminhonete Amarok preta tentando colocá-la no veículo, mas ela se recusava aos gritos. Então ele acelerou e saiu em alta velocidade.

Em dado momento, ainda conforme os relatos de testemunhas, ela caiu no chão desacordada. Uma equipe do Corpo de Bombeiros chegou ao local e tentou reanimá-la, mas sem êxito.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Mulher foi atacada com facão pelo filho sem motivo após ele beber
AGLOMERAÇÃO
Bolsonaro abraça pessoas e posa para fotos em padaria de Brasília
CAMPO GRANDE
Condenado a 13 anos, homem é preso sete anos depois do crime
UFGD
Inscrições para contratação de professor visitante vão até o dia 17
RIBAS DO RIO PARDO
Caseiro atira contra ‘invasores’ e descobre que eram parentes do patrão
SOLIDARIEDADE
Campanha do Agasalho Abevê espere arrecadar 38 mil peças de roupa
DOURADOS
Inova Unigran desenvolve protótipos de protetores faciais para doação
ESTALIONATO
Produtor rural perde cerca de R$ 123 mil em golpe de venda de gado
RURAL
MS deve registrar safra de 11 milhões de toneladas, maios da história
TRÊS LAGOAS
Motorista é preso após digirir bêbado por mais de 30 quilômetros

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher tenta desviar de buraco, é atropelada por carreta e morre
DOURADOS
Assassinos de homem no Parque das Nações roubaram celular de testemunha
DOURADOS
Na volta ao atendimento, populares formam filas longas em frente a agências bancárias
DOURADOS
Mulher morta em acidente cursava pedagogia e terá corpo levado a Naviraí