Menu
Busca domingo, 16 de junho de 2019
(67) 9860-3221

Delegado de Fátima do Sul participa de treinamento do FBI

07 junho 2011 - 07h34

O delegado da Primeira Delegacia de Polícia de Fátima do Sul, Messias Furtado de Souza participou de um treinamento de Combate à Crimes contra Criança e Adolescentes Facilitado pelo Computador ministrado por Agentes do FBI e da Real Polícia Montada do Canadá que foi promovido pelo Centro Internacional para Crianças Desaparecidas e Exploradas, ICMEC em Brasília nos dias 02 e 03 de junho.

O ICMEC é uma organização não governamental de abrangência Internacional destinada a localizar crianças desaparecidas e exploradas no mundo inteiro. Referido órgão lidera um movimento global para proteger crianças da exploração sexual e seqüestro. Hoje o ICMEC oferece suporte, treinamento e especialização para governos, agentes da lei (polícias), legisladores, membros da indústria, e sociedade civil no mundo inteiro, com um único objetivo em mente: tornar o mundo um lugar mais seguro para todas as crianças.

Em dezembro de 2003, o ICMEC, em conjunto com a Interpol e com o apoio generoso da Microsoft, lançou uma iniciativa de cinco anos para o treinamento de agentes da Polícia, autoridades legais e outros profissionais de todo o mundo em técnicas de investigação de casos de exploração infantil na Internet. O ICMEC vem ainda trabalhando com a Microsoft para trazer o Sistema de Monitoramento da Exploração Sexual Infantil (CETS ou Child Exploitation Tracking System, em inglês) para as agências policiais em todo o mundo.

O CETS é uma poderosa ferramenta de software projetada para gerenciar e melhorar as investigações, permitindo a comunicação, pesquisa e interação entre policiais de todo o mundo e o compartilhamento e colaboração em investigações relacionadas com a exploração sexual infantil on-line, para que mais crianças sejam resgatadas e mais agressores sejam presos e condenados.

O CETS está atualmente em uso na Austrália, Bélgica, Brasil, Canadá, Chile, Espanha, Indonésia, Itália, Romênia, e Reino Unido, com previsão de expansão para a implementação futura deste software em outros países.

O primeiro seminário de capacitação Crimes Cibernéticos Contra Crianças foi concebido para proporcionar a policiais e autoridades responsáveis de todo o mundo as ferramentas e técnicas necessárias para investigar os casos relacionados com a exploração infantil na Internet. Esta iniciativa foi lançada em dezembro de 2003 na sede da Interpol em Lyon na França.

E foi exatamente dentro dessa proposta de oferecer suporte e treinamento que, com o auxilio da Divisão de Direitos Humanos do Departamento de Polícia Federal em conjunto com o Instituto Nacional de Criminalística é que esse importante treinamento pode ser realizado no Brasil e contou com a participação de policiais civis e federais, juízes de direito, promotores de justiça e membros das Defensorias Públicas. O principal objetivo do curso foi o de apresentar aos responsáveis pelas investigação e operadores do direito ferramentas modernas e eficazes no combate à exploração infantil facilitada pela rede mundial de computadores em todas as suas formas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSOS
Luísa Sonza se esquiva sobre saúde de Whindersson em encontro com a imprensa
BRASÍLIA
Conselho de Comunicação analisa pacote anticrime e liberdade de imprensa
CULTURA
Festival traz a Bonito espetáculos de dança, Bossa Nova e performances contemporâneas
POLÍCIA
Bolivianos tentam passar pela fronteira com cocaína e acabam presos
INTERNACIONAL
Apagão atinge 47,4 milhões de pessoas na Argentina e no Uruguai
ESPORTE
Com página virada, Seleção Feminina faz primeiro treino em Lille
ASSALTO
Pastor marido de deputada federal é executado no Rio
CAMPO GRANDE
Arrastão e pancadaria em saída de festa termina com 6 adolescentes na delegacia
POLÍTICA
Presidente do BNDES pede demissão após críticas de Bolsonaro
SAÚDE
Em agosto, Governo do Estado e Hospital Regional reativam serviço de cirurgias bariátricas

Mais Lidas

POLÊMICA
Dono da Havan manda “recado” a manifestantes após protesto em frente a loja de Dourados
DOURADOS
Jovem é preso com arma de fogo após disparar e errar tiros contra desafeto da mãe
CARUMBÉ
Morto em colisão frontal contra caminhão tinha 58 anos
DOURADOS
Polícia suspeita que grupo tenha assassinado tio e sobrinho na aldeia