Menu
Busca terça, 20 de novembro de 2018
(67) 9860-3221

Antiga Fifasul, é investigada pela Polícia Civil

03 junho 2011 - 12h45

#####Clarissa Josgrilberg

A Polícia Civil de Fátima do Sul recebeu um pedido de investigação do Ministério Público Estadual. A denúncia é a de que o Colégio Delta, antiga Faculdade Fifasul, tenha cometido o crime de falsificação de documento particular. Além disso, há a denúncia de irregularidades nos cursos como, por exemplo, o não oferecimento de estágios aos alunos.

A redação do Dourados News recebeu acusações de alguns alunos que disseram que estão sem aulas, que não puderam realizar os estágios previstos e que, neste momento, não podem nem pedir transferência. “Corremos o risco de o que estudamos, por quase dois anos, não valer nada”, diz uma aluna, que preferiu não se identificar e que formaria no meio deste ano.

Segundo informações não confirmadas pela a diretoria do colégio, que não quis atender a redação do Dourados News, as denúncias de irregularidades pedagógicas atingem cerca de 50 alunos que cursam o Técnico em Enfermagem.

####Defesa

O advogado do colégio, Jeferson Baqueti, disse que a escola está regular. “Houve sim uma notificação que foi entregue pelo Conselho Estadual de Educação, mas não há intervenção na escola”, apontou.

Segundo o advogado o que aconteceu foi um erro do Conselho Estadual de Educação. “Houve uma intervenção errônea feita por uma supervisora do Conselho Estadual de Educação, em que ela comunicou os alunos e não a escola, não deu direito de defesa a instituição”, falou.

Baqueti disse ainda que a escola atendeu ao pedido da supervisora “na boa fé, por ter acreditado na autoridade” e que estuda uma “eventual responsabilização da supervisora”.

####Inquérito

O pedido de investigação surgiu após o recebimento de denúncias no MPE. A polícia está investigando o pedido que está sob a responsabilidade de Susi Lucia Silvestre, da comarca do MPE de Fátima do Sul, e por isso, informações sobre o processo ainda não podem ser passadas. O advogado Jeferson Baqueti disse que “a escola não tem conhecimento e que não foi intimada”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Projeto que flexibiliza Lei da Ficha Limpa é arquivado do Senado
PARAGUAI
Sobrinho de prefeito foi executado por terroristas com 11 tiros
FUTEBOL
Brasil vence Camarões por 1 a 0 no último amistoso do ano
EDUCAÇÃO
Enem vai mudar e terá dias de prova geral e específica, diz ministro
FUTEBOL
Datas e regulamento do Estadual mudam um dia após arbitral
DOURADOS
Comafro promove atividade pelo Dia da Consciência Negra
CULTURA
Filme de MS conquista dois prêmios em festival internacional de cinema
OMISSÃO DE SOCORRO
MPF quer abertura de inquérito policial para apurar atropelamento de crianças em MS
BRASIL
Mandetta compara contratos do Mais Médicos a convênio entre Cuba e PT
ARTIGO
Como somos frágeis

Mais Lidas

DOURADOS
Antes de ser assassinado, homem passou por ‘tribunal do crime’
DOIS MESES DEPOIS
Acusados de matar rapaz em Dourados serão apresentados hoje
BORORÓ
Adolescente morre ao tocar em cerca elétrica em Dourados
MARCELO PILOTO
Traficante brasileiro é expulso do Paraguai após matar mulher em cela