Menu
Busca quinta, 24 de janeiro de 2019
(67) 9860-3221
FRONTEIRA

Briga em jogo de sinuca termina com mecânico executado a tiros

30 outubro 2017 - 08h46Por Da Redação

Um homem de 31 anos foi morto após uma discussão por causa de um jogo de sinuca, na noite do domingo, dia 29 de outubro, em Ponta Porã, cidade localizada na fronteira  com o Paraguai.

De acordo com o jornal Porã News, o autor teria ‘abraçado’ a vítima, imobilizando-a, e feito vários disparos de pistola contra a cabeça dela.

Conforme o jornal local, a briga aconteceu em um bar da cidade e a vítima foi identificada como Hélio de Souza Canteiro, que era mecânico. O assassinato ocorreu quando Canteiro jogava sinuca com o suspeito, que teria perdido a partida e ficado irritado.

O autor utilizou uma pistola calibre 380 para cometer o homicídio e fugiu do local. Pelo menos sete tiros foram disparados. O suspeito seria conhecido por ‘dar problemas’ na cidade.

A Polícia Civil investiga o crime.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TEMPO
Quinta-feira de sol com aumento de nebulosidade em Dourados
SHOWBIZZ
Ex-BBB Michelly Crisfepe exibe barriga esculpida na web e recebe elogios
PAGAMENTO
Justiça suspende auxílio-mudança de parlamentares reeleitos
SAÚDE
Menino de 5 anos é diagnosticado com leishmaniose em Campo Grande
ECONOMIA
Aéreas brasileiras transportaram 103 milhões de passageiros em 2018
COXIM
Mulher não consegue falar com marido que é encontrado morto pela filho
UFGD
Concursos para docentes e técnicos divulgam candidatos isentos
ECONOMIA
Secretaria de Fazenda publica valor atualizado de Uferms para fevereiro
FORÇAS ARMADAS
Polícia recupera pistola de uso restrito desaparecida desde 2016
APRENDIZES-MARINHEIRO
Marinha abre inscrições para concurso com 1 mil vagas em todo país

Mais Lidas

OPERAÇÃO PREGÃO
Ex-secretário de Fazenda João Fava Neto é preso na Capital
POLÍCIA
Rapaz vai parar na cadeia após ser flagrado empinando moto em Dourados
POLÍCIA
Homem é flagrado com mais de 150 kg de cocaína em fundo falso de caminhão
PARANHOS
Sogro de narcotraficante é executado a tiros na região de fronteira