Menu
Busca sábado, 19 de janeiro de 2019
(67) 9860-3221
JULHO DESTE ANO

Atentado que matou criança seria vingança a massacre em boate

28 outubro 2017 - 11h00Por Da Redação, com ABC Color

O atentado que matou menino de cinco anos em Assunção, na quarta-feira (25) teria sido causado por vingança ao massacre na boate After Office, em Pedro Juan Caballero, fronteira com o Brasil através de Ponta Porã no dia 24 de julho.

Após a morte da criança, o pai dela, William Gímenez Bernal, que seria funcionário do narcotraficante Jarvis Pavão, acabou se matando. Conforme o periódico, ele teria ordenado o ataque à casa noturna. As informações são do jornal paraguaio ABC Color.

Atentado em boate

O crime violento registrado em Pedro Juan ocorreu na madrugada do dia 24 de julho, uma segunda-feira e além dos quatro mortos, outras 11 pessoas acabaram feridas no ataque, relembre aqui.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

FÉRIAS
Sob efeito do álcool, afogamentos são comuns até para quem sabe nadar
CAMPO GRANDE
Bandidos que morreram em confronto com a polícia são identificados
INTERNACIONAL
Explosão de oleoduto no México deixa pelo menos 20 mortos
OPORTUNIDADE
Projovem Urbano está com processo seletivo aberto para profissionais da área de educação
IVINHEMA
Homem denuncia roubo e moto é recuperada rapidamente
SEGURANÇA PÚBLICA
Ação policial "sitia" fronteira para evitar ataques criminosos
BRASIL
"Estou do lado da verdade", diz repórter que acusa Datena de assédio sexual
DOURADOS
Empresários pedem melhorias na geração de energia no Distrito Industrial
FUTEBOL
São Paulo e Santos entram em campo hoje no início do Paulistão
DOURADOS
Movimento prepara “carta de cassação” contra vereadores investigados por corrupção

Mais Lidas

POLÍCIA
Rapaz é preso acusado de realizar ‘disk-droga’ em Dourados
DOURADOS
Investigado por corrupção, Idenor Machado volta a ser preso
FAKE NEWS
Eleandro Passaia é chamado para depor em caso de morte de jogador Daniel
DOURADOS
Consumidores reclamam dos valores nas contas e prometem protesto contra a Energisa