Menu
Busca sexta, 13 de dezembro de 2019
(67) 9860-3221
JULHO DESTE ANO

Atentado que matou criança seria vingança a massacre em boate

28 outubro 2017 - 11h00Por Da Redação, com ABC Color

O atentado que matou menino de cinco anos em Assunção, na quarta-feira (25) teria sido causado por vingança ao massacre na boate After Office, em Pedro Juan Caballero, fronteira com o Brasil através de Ponta Porã no dia 24 de julho.

Após a morte da criança, o pai dela, William Gímenez Bernal, que seria funcionário do narcotraficante Jarvis Pavão, acabou se matando. Conforme o periódico, ele teria ordenado o ataque à casa noturna. As informações são do jornal paraguaio ABC Color.

Atentado em boate

O crime violento registrado em Pedro Juan ocorreu na madrugada do dia 24 de julho, uma segunda-feira e além dos quatro mortos, outras 11 pessoas acabaram feridas no ataque, relembre aqui.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
União das Câmaras de Vereadores debateu a violência contra a mulher
TEMPORÁRIA
Suspensão da Viação São Luiz é prorrogada até início de janeiro
ECONOMIA
Dólar fecha em alta após acordo entre EUA e China
BONITO
Celulares furtados em loja são recuperados e autora do crime presa
BRASIL
FGTS poderá distribuir mais que 50% dos lucros, esclarece governo
AQUIDAUANA
Agente de saúde é preso por tráfico de drogas em MS
TRÊS LAGOAS
Cidade de MS inaugura shopping e deve gerar 1.100 empregos
FUTEBOL
Luxemburgo deixa o Vasco e não será o treinador da equipe em 2020
NAVIRAÍ
Detento é flagrado com maconha em penitenciária de segurança máxima
SARAMPO
Campanha de vacinação imuniza 99,4% das crianças de até um ano

Mais Lidas

CAARAPÓ
Homem é assassinado a golpes de faca após discussão em bar
DOURADOS
Inteligência da PM prende dois por tráfico no bairro Estrela Tovi
GRANDE DOURADOS
Quadrilha especializada em roubo de caminhonetes é desarticulada e seis são presos
FURTO
Polícia recupera objetos e fecha ponto de receptação em Dourados