Menu
Busca quinta, 24 de maio de 2018
(67) 9860-3221
SICREDI
JULHO DESTE ANO

Atentado que matou criança seria vingança a massacre em boate

28 outubro 2017 - 11h00Por Da Redação, com ABC Color

O atentado que matou menino de cinco anos em Assunção, na quarta-feira (25) teria sido causado por vingança ao massacre na boate After Office, em Pedro Juan Caballero, fronteira com o Brasil através de Ponta Porã no dia 24 de julho.

Após a morte da criança, o pai dela, William Gímenez Bernal, que seria funcionário do narcotraficante Jarvis Pavão, acabou se matando. Conforme o periódico, ele teria ordenado o ataque à casa noturna. As informações são do jornal paraguaio ABC Color.

Atentado em boate

O crime violento registrado em Pedro Juan ocorreu na madrugada do dia 24 de julho, uma segunda-feira e além dos quatro mortos, outras 11 pessoas acabaram feridas no ataque, relembre aqui.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPERAÇÃO OIKETICUS
Sargento da ‘máfia dos cigarreiro’ se apresenta e vai para presídio
NOVA ANDRADINA
Atleta de MS competirá no circuito nacional de ciclismo
CONTRABANDO
Veículo é apreendido com 2 mil pacotes de cigarros contrabandeados
CAMPO GRANDE
Dono de posto é preso por vender gasolina a preço abusivo
PARALISAÇÃO
UFGD suspende atividades até domingo
DOURADOS
Fazendeiro que matou desafeto em cartório há oito anos é absolvido
MIRANDA
Cocaína é apreendida pela PRF na BR-262 vinda de Corumbá
COTAÇÕES
Dólar interrompe sequência de três quedas e fecha em alta, cotado a R$ 3,64
INDÚSTRIA
Centro de Inovação do Sesi de MS será inaugurado amanhã
DOURADOS
Bloqueios vão afetar transporte público a partir desta sexta

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Douradense morre em acidente na MS-270
RODOVIAS BLOQUEADAS
Greve dos caminhoneiros pode paralisar indústria em Dourados
GASOLINA A R$ 5
Contra abuso nos preços, força-tarefa autua postos em Dourados
TENTATIVA DE HOMICÍDIO
Rixa antiga teria motivado atentado contra “zóio de gato”