Menu
Busca quarta, 17 de julho de 2019
(67) 9860-3221
DOURADOS

Assassinada em ‘tribunal do crime’ prometia ‘rasgar’ Comando Vermelho se PCC a perdoasse; veja vídeo

15 maio 2019 - 08h15Por Adriano Moretto

Rosimar Gomes de Souza Cruz, 27, a Medusa, assassinada na madrugada de sexta-feira passada (10/5) em Dourados após ser julgada pela facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), prometia ‘rasgar’ com o Comando Vermelho – grupo criminoso rival -, caso recebesse o ‘perdão’. 

Em vídeo a qual o Dourados News teve acesso – assista abaixo -, a vítima afirma ter sido batizada na facção que nasceu no Rio de Janeiro (RJ) em 2016, em Rondônia. Ela era foragida da Justiça daquele Estado e veio ao Mato Grosso do Sul buscar drogas para a facção rival. 

Nas imagens, Rosimar cita diversos apelidos de possíveis integrantes da facção que estão presos na PED (Penitenciária Estadual de Dourados) e que residem em Ponta Porã. Ela também relata suposta existência de armas em celas no presídio douradense. 

A vítima foi assassinada após passar pelo julgamento da facção rival. 

Ela passou por sessões de espancamento e populares a encontraram numa estrada vicinal na favelinha do bairro Estrela Verá com as mãos amarradas e uma corda no pescoço. 

Durante as investigações, a polícia prendeu Fernanda Thais de Queiroz, 28, e Talita Moreira Agueiro, 26, suspeitas de participação no assassinato. 

Segundo depoimento delas à polícia, Rosimar chegou a elas com intuito de comprar drogas e teria se passado por integrante da mesma facção a qual as autoras pertencem, mas logo em seguida descobriram que a vítima fazia parte de grupo rival.

Após o fato, as autoras teriam levado a vítima para um barraco próximo a mata no bairro Estrela Verá. No local e com apoio de outros membros da facção ainda não identificados, realizaram um “julgamento” onde ao final foi “decidido” pela morte da vítima.

Ambas foram autuadas em flagrante por homicídio qualificado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
De biquíni em Paraty, Mariana Ximenes suspira: "Pode já querer voltar?"
CAPITAL
Esposa de defensor público é encontrada morta em residência
POLÍCIA
Vítima de tiro do pai, estudante presta depoimento e diz que vai embora
TJ/MS
Coordenadora da Mulher debate violência de gênero em Genebra
BELA VISTA
Trabalhador procura polícia para denunciar trabalho escravo em carvoaria
STF
Decisão de Toffoli paralisa inquéritos de lavagem, diz Chefe da Lava Jato
PORTO MURTINHO
Homem disse que acordou com onça pintada nas costas, diz médico
NAVIRAÍ
Ladrões que invadiram casa de vereadora e roubaram joias são presos
BRASIL
Lista do Não me Perturbe já tem mais de 600 mil pessoas cadastradas
CAMPO GRANDE
Homem é executado com três tiros no interior de veículo

Mais Lidas

DOURADOS
Coordenadora de Ceim é exonerada e pais fazem abaixo-assinado para tentar mantê-la
POLÍCIA
Investigação vê indícios de relação entre homicídios no Jardim Pantanal e Guanabara
DOURADOS
Assassinado em conveniência já cumpriu pena por tráfico e lavagem de dinheiro
DOURADOS
Upiran entrega carta de demissão a Délia e aguarda substituto para deixar Educação