Menu
Busca segunda, 09 de dezembro de 2019
(67) 9860-3221
POLÍCIA

Após ter perdido olho em agressão, homem procura polícia para denunciar tentativa de homicídio no Flórida

21 novembro 2019 - 09h12Por Vinicios Araújo

Homem de 44 anos procurou a Polícia Civil de Dourados para relatar que havia sido vítima de tentativa de homicídio no Jardim Flórida. Há poucos dias ele perdeu o funcionamento de um dos olhos após ter sido agredido com coronhadas dentro de casa. 

Conforme a denúncia, na madrugada do dia 28/10 um indivíduo invadiu a casa da vítima e passou a agredi-la com coronhadas. Foram muitos golpes, segundo o denunciante, chegando a causar perfuração no olho esquerdo.

Enquanto batia na vítima, o agressor dizia “isso é para você aprender. Falei pra você não contar que estive aqui, você está me difamando”. 

Segundo a denúncia, o agressor dizia isso porque dias antes ele havia pulado o portão da casa e invadido o imóvel pela janela querendo ter relações sexuais com o homem, que está separado da ex-mulher e morando de favor na residência. 

Ele conta que sempre recusou a iniciativa do acusado, dizendo que contaria para o proprietário do imóvel. A vítima contou a outras pessoas sobre os ocorridos, e que isso teria motivado a tentativa de homicídio.

Após a violenta agressão, a vítima foi levada para Campo Grande, onde ficou 18 dias internado e agora está prestes a voltar para fazer a retirada definitiva do órgão. 

De volta a Dourados no início do mês, ontem pela madrugada a vítima caminhava até o ponto de ônibus do Jardim Flórida para retorno médico, quando percebeu estar sendo perseguido por GM Corsa branco. 

Ele tentou correr, mas foi alcançado. Ele relata que o agressor desceu do carro e disse “e ai neguinho, achou que eu ia esquecer de você, agora eu te mato” (sic).

A vítima conseguiu correr e se escondeu em lata de lixo para não ser morto. Ele relata à polícia que o acusado é vendedor de drogas, sempre é visto rodeado de amigos e diz temer pela vida da ex-mulher e dos quatro filhos. 

Ele conta ainda que desde as agressões, com a perda do olho, ficou impossibilitado de trabalhar por orientação médica.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MEIO AMBIENTE
Universidades estudam como reduzir emissões de CO2 na atmosfera
MEIO AMBIENTE
Governo vai remunerar quem atua na conservação ambiental
CONCURSO
11 órgãos abrem inscrições para 1,4 mil vagas nesta segunda-feira
SUMIÇO
Família procura por homem que desapareceu na região de Taquarussu
MÚSICA
Festival em meio a 'reserva natural' acontece hoje em Dourados
FUTEBOL
Última rodada do Brasileirão 2019 será disputada neste domingo
ECONOMIA
Com a certeza de dinheiro na conta, servidor estadual faz planos com 13°
INTERNACIONAL
Pelo menos 43 pessoas morrem em incêndio em fábrica da Índia
AGEPAN
Portaria homologa tarifas de pedágio de ponte sobre o Rio Paraguai
DOURADOS
Inteligência da PM prende dois por tráfico no bairro Estrela Tovi

Mais Lidas

CAMPO GRANDE
Deputado perde Carteira de Habilitação ao cair em blitz da Lei Seca
RIBAS DO RIO PARDO
Casal aparece e relata que “sumiço” foi por contratempo com celular
POLÍTICA
Plenário do Senado pode votar o Pacote Anticrime ainda neste ano
Homem "furta" carro penhorado em "boca" e é perseguido por traficantes