Menu
Busca domingo, 22 de julho de 2018
(67) 9860-3221

Após bebedeira, médico é encontrado morto em hotel na fronteira

03 junho 2011 - 06h45

O neuropsiquiatra Antônio Péricles Horácio Banzatto, de 54 anos, foi encontrado morto na manhã de ontem em um dos apartamentos do Hotel Pousada do Bosque, em Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai.

Ele prestava serviços à Prefeitura de Ponta Porã no atendimento especializado e havia chegado na quarta-feira à cidade para mais um dia de consulta.

De acordo com o site Mercosul News, uma hipótese é de que o médico tenha sofrido complicações cardiovasculares durante a noite e morrido de madrugada.

Um dia antes, segundo aquele site, o médico deixou dezenas de pessoas sem atendimento em uma clínica no centro de Ponta Porã. Os pacientes disseram que ele estava visivelmente embriagado.

Pacientes de várias partes da cidade, do Assentamento Itamarati e de municípios vizinhos, chegaram a procurar a imprensa para denunciar o descaso.

Entre os pacientes que aguardavam atendimento havia gente com consulta agendada há quase dois meses.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AMAMBAI
Bebê de 1 ano e 9 meses morre afogado em açude de chácara
BLOCOS
Temer vai ao México para reunião de Mercosul e Aliança do Pacífico
MEIO AMBIENTE
PMA de Dourados autua pecuarista em R$ 57 mil por desmatamento
EMPREGO
10 órgãos abrem inscrições para quase 600 vagas na segunda-feira
CAMPO GRANDE
Mulher fica gravemente ferida após ser lançada contra arame farpado
AMPLAVISÃO 1315
Nas pontes de Roma a lembrança de André
DOURADOS
Poste derrubado após roubo de veículos continua caído na Marcelino Pires
TRADIÇÃO CATÓLICA
27ª Festa a São Cristóvão leva caminhões às ruas de Dourados
EDUCAÇÃO
IFMS encerra nesta segunda inscrições para transferências
FÓRMULA 1
Hamilton vence após Vettel parar no muro no GP da Alemanha

Mais Lidas

ÁGUA BOA
Ferido com tiro durante comemorações na Copa é preso com drogas em Dourados
CAMPO DOURADO
Jovem nega tráfico e diz que pedido de carona o levou até casa com droga
DOURADOS
Índios invadem fazenda, torturam e fazem caseiro refém por 6h
CAMPO GRANDE
Mulher morre ao bater carro na traseira de caminhão parado