Menu
Busca terça, 18 de junho de 2019
(67) 9860-3221
CRIME AMBIENTAL

Ambiental autua assentado por derrubada ilegal de árvores nativas

25 maio 2019 - 08h27Por Da redação

Em uma operação nas propriedades rurais do município de Dois Irmãos do Buriti, Policiais Militares Ambientais de Campo Grande autuaram nesta sexta-feira, dia 24 de maio, um proprietário rural por derrubada de árvores nativas para exploração da madeira ilegalmente.

A PMA localizou diversas árvores nativas de várias espécies derrubadas em um lote do assentamento Piúva e a madeira proveniente da exploração ilegal estava sendo utilizada em um mangueiro para gado, tudo sem autorização ambiental.

As atividades foram paralisadas e 7 m³ de madeira apreendidos. O infrator (34), domiciliado em Dois Irmãos do Buriti, foi autuado administrativamente e multado em R$ 2.100,00. Ele também responderá por crime ambiental, que prevê pena de seis meses a um ano de detenção.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Após intervenção, Délia nomeia novo diretor administrativo para Funsaud
RODOVIAS FEDERAIS
Operação Corpus Christi começa nesta quarta-feira
CAMPO GRANDE
Açougueiro é preso após ser flagrado furtando picanha de mercado
POLÊMICA
Atriz fala sobre aborto depois de morte da personagem em "A Dona do Pedaço"
DOURADOS
Assentado é multado por explorar madeira em área protegida
MODA E CIA
Jeans no inverno: como usar a camisa e a jaqueta de forma estilosa na estação
BRASIL
MP que facilita leilões de bens apreendidos de traficantes é publicada em Diário Oficial
ÁGUA CLARA
Abordagens terminam com apreensão de skunk e maconha; drogas totalizaram mais de 800kg
TRÂNSITO
Agepan fiscaliza e orienta motoristas sobre prática de carona amiga
ESTÉTICA
Conheça o sabonete de limpeza ideal para cada tipo de pele

Mais Lidas

AQUIDAUANA
Douradense desaparece nas águas do rio Aquidauana durante banho
PARAGUAI
Motim termina com 10 mortos e presos queimados e decapitados
MASSACRE EM SAN PEDRO
Ministro paraguaio promete expulsar membros do PCC após motim com 10 mortos
PONTA PORÃ
Mulher grávida é assassinada com 4 tiros na região de fronteira