Menu
Busca sexta, 17 de agosto de 2018
(67) 9860-3221
FRONTEIRA

Ação policial termina com 12 brasileiros e 16 paraguaios presos em Pedro Juan

07 dezembro 2017 - 14h50Por Adriano Moretto

Agentes da polícia do Paraguai prenderam 28 pessoas – 16 paraguaios e 12 brasileiros – durante ação na Colônia Cerro Cora’i, distante sete quilômetros do centro de Pedro Juan Caballero, cidade que faz fronteira com o Brasil através de Ponta Porã.

De acordo com informações apuradas pelo ABC Color, parte do grupo seria formado por integrantes de facção criminosa que atua nos presídios brasileiros, porém, segundo o jornal, o fato não foi confirmado pelos investigadores.

No local funciona uma espécie de depósito para armazenar cigarros contrabandeados do Paraguai. 

Durante a ação, foram apreendidos duas pistolas com seus carregadores, um fuzil M4 calibre 5,56mm com dois carregadores, uma escopeta 12mm, um quilo de maconha, dinheiro, aparelhos de telefone celular, 19 caminhões de 14 automóveis.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSOS
Gracyanne Barbosa ousa em posição e deixa bumbum em evidência
ASSEMBLEIA
Projeto aprovado eleva Comarca de Rio Verde à categoria de segunda entrância
TECNOLOGIA
Anatel abre consulta pública sobre uso de faixa de frequência para 5G
JUCEMS
MS abriu mais de 500 empresas em julho
FLAGRANTE
Polícia prende em Corumbá foragido da Justiça do Maranhão
ELEIÇÕES 2018
TSE nega participação de Lula em debate na TV amanhã
ESPECIALIZAÇÃO
IFMS abre matrícula para especialização em Docência para Educação Profissional
ENSINO SUPERIOR
Estudantes que vão concluir graduação já podem se cadastrar no Enade 2018
REAJUSTE SALARIAL
Frentistas de MS tentam reajuste salarial desde 1º de março
COTAÇÕES
Dólar tem leve alta e volta ao patamar de R$ 3,90 com incerteza eleitoral

Mais Lidas

DOURADOS
Madrasta de criança morta é autuada por homicídio
DOURADOS
Além da madrasta, delegado autua o pai e ambos responderão pela morte de criança
DOURADOS
Criança de 1 ano teve trauma no tórax e laceração hepática
DOURADOS
Criança possuía lesões na cabeça e pescoço e polícia investiga o caso