Menu
Busca terça, 10 de dezembro de 2019
(67) 9860-3221
OPERAÇÃO SODALITIA

Ação da PF mira supostas fraudes no Bolsa Família em MS

12 novembro 2019 - 08h36Por Redação

Suspeitas de fraudes no recebimento de benefícios do programa Bolsa Família motivaram operação da Polícia Federal nesta terça-feira (12) no interior de Mato Grosso do Sul. Pelo menos 30 agentes atuam no cumprimento de mandados de busca e apreensão em repartições públicas do município de Ladário.

Emitidos pela Vara Federal de Corumbá, citam a Secretaria Municipal de Assistência Social, no CRAS – Centro de Referência de Assistência Social e no CREAS – Centro de Referência Especializada em Assistência Social, de Ladário.

“As buscas visam verificar a existência de benefícios concedidos ou mantidos indevidamente, em favor de indivíduos que não preencham os requisitos do benefício, tais como a composição familiar e a renda per capita”, detalham os federais.

Ainda de acordo com a PF, a Operação Sodalitia investiga suspeitas de fraudes no recebimento de benefícios do programa Bolsa Família e as irregularidades detectadas envolveriam o não-preenchimento dos requisitos necessários para ter direito ao recebimento do benefício assistencial pelo Governo Federal, devido à falta de fiscalização da situação socioeconômica dos requerentes, que deveria ser feita a contento pela Prefeitura de Ladário.

“No transcorrer das investigações, foram coletados indícios de que o benefício teria sido concedido amplamente, ou seja, a qualquer pessoa que declarasse, por conta própria, preencher os requisitos do programa. Não havia verificação da veracidade das informações prestadas e também não teriam sido realizadas devidamente as inspeções posteriores nas residências, através de visitas e entrevistas por parte da Secretaria Municipal de Assistência Social junto aos beneficiários do programa”, aponta.

Segundo os federais, essa situação teria permitido que o benefício fosse concedido e continuado o pagamento para pessoas que, na realidade, não teriam direito ao Bolsa Família, o qual é destinado exclusivamente a famílias em situação de pobreza ou de extrema pobreza.

A corporação destaca que a ação de hoje não acarretará na suspensão do Bolsa Família ou de qualquer benefício ou serviço prestado pelo Município de Ladário. Indica ainda que não antecipa atribuição de autoria ou culpa, cuja avaliação definitiva somente poderá ser proferida pelo Poder Judiciário, por meio de sentença.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

PARANAÍBA
Homem é preso tentando furtar caixa de cerveja de conveniência
ECONOMIA
Governo revisa economia com reforma da Previdência para R$ 855 bi
TRÊS LAGOAS
Trabalhador morre em turbina de hidrelétrica em MS e polícia investiga
PESQUISA
Oito em cada dez pessoas já leram notícias falsas em redes sociais
RIBAS DO RIO PARDO
Furtou caixa de som da prefeitura e foi preso por série de furtos
POLÍTICA
Comissão aprova projeto de Nelsinho Trad, que prevê ginástica laboral
PARANAÍBA
Homem é preso por furtar saco de cimento de Centro de Educação Infantil
RECEITA FEDERAL
Cerca de 700 mil contribuintes caíram na malha fina em 2019
SAÚDE
Enfermeira é flagrada dormindo em UPA e secretaria diz que era intervalo
PARCERIA
BB prorroga condições da Semana de Negociação até O fional do ano

Mais Lidas

FRONTEIRA
Três são indiciados pelo homicídio de adolescente esquartejado
RENÚNCIA FISCAL
Benefício fiscal para cerveja custou R$ 2,8 bilhões em quatro anos
SOLIDARIEDADE
Família de Gugu Liberato planeja campanha de doação de órgãos
POLÍTICA
Podemos decide expulsar o deputados Marco Feliciano do partido