Menu
Busca quinta, 27 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Zeca faz balanço de sua administração em visita ao TCE

15 dezembro 2003 - 14h45

O governador Zeca do PT fez durante a visita a sede do Tribunal de Contas do Estado (TCE) um balanço das principais realizações de sua administração este ano e adiantou quais são as ações que desenvolverá até o fim de 2003.O governador disse aos conselheiros, auditores e procuradores do TCE que ainda hoje viajará para São Paulo, onde se integrará a comitiva do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, para participar nos próximos dois dias da última reunião dos paises que integram o Mercado Comum do Cone Sul (Mercosul), que acontecerá em Montevidéu, no Uruguai, e onde pretende discutir as hidrovias, a integração econômica na América do Sul e as saídas para o Oceano Pacifico. Ele também comentou que o processo de ajuste fiscal, desenvolvimento econômico e o projeto de inclusão social desenvolvido pelo governo do Estado em sua gestão estão obtendo o reconhecimento externo, e que as provas desse fato são a carta que recebeu do Ministério da Fazenda atestando o cumprimento no ano fiscal de 2002 das seis metas de ajuste fiscal estipuladas pela União (sendo que até 1999 o Estado só cumpria um), o índice de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 8,1% em 2001, que foi o maior do País no ano, divulgado recentemente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e a parceria que será firmada com a União para a unificação dos programas sociais federais com os estaduais, que atendem 80 mil famílias em Mato Grosso do Sul. Zeca lembrou que graças ao ajuste o repasse de recursos constitucionalmente vinculados aos outros poderes e as prefeituras aumentou, tanto quem em 1998 os municípios do Estado entre janeiro e outubro receberam como repasses do Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) R$ 130 milhões, e este ano, no mesmo período já receberam R$ 480 milhões. O governador reiterou a continuidade dos programas de inclusão social e lembrou que a “fome não tem ideologia e nem partido”, que o programa de alfabetização executado em parceria entre o Estado e a União está atendendo em Mato Grosso do Sul 43 mil pessoas, e que até o dia 20 de dezembro 80 famílias (as que são beneficiadas pelos programas de inclusão) estarão recebendo uma cesta de natal, com produtos típicos da época e com quatro brinquedos (dois carrinhos e duas bonecas casa), para que as crianças dessas famílias conservem o direito de sonhar com um futuro melhor. E finalmente, Zeca avaliou que com a manutenção de 30 de setembro como data limite para a concessão de incentivos fiscais no Projeto de Reforma Tributária o Estado assegurará a instalação nos próximos anos de 365 empresas, que juntas deverão investir aproximadamente R$ 4,5 bilhões e gerar 60 mil empregos, somado aos projetos como as rotas bioceânicas por Porto Murtinho (através do Paraguai) e por Corumbá (através da Bolívia) e dos pólos gasquímico e minero-siderúrgico, Mato Grosso do Sul mudará sua base econômica, saindo do binômio boi-soja, agregando valor aos seus produtos e explorando sua vocação natural para o agronegócio.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NA FRONTEIRA
Moradora de rua tem parte do corpo queimado em incêndio criminoso
INFECÇÃO VIRAL
Casos suspeitos de coronavírus no Brasil saltam de 20 para 132, diz governo
MAIS DE 30KG
Maconha que seria entregue no Paraná é apreendido em Caarapó
LOTERIA
Veja os números sorteados na Mega-Sena; prêmio é de 200 milhões
CAPITAL
Polícia investiga estupro de mulher em terreno baldio
ECONOMIA
Reabertura dos EUA para carne brasileira é oportunidade para MS
PONTA PORÃ
Homem é executado com tiros de metralhadora na fronteira
PAGAMENTO
Salários de servidores estaduais serão pagos no próximo sábado
IMUNIZAÇÃO
Vacinação contra a gripe é antecipada por causa do coronavírus
REGIÃO
Traficante que consumia drogas na presença do filho de 2 anos é preso

Mais Lidas

MULTIDÃO
Carnaval na praça central de Dourados termina em ‘confusão e sujeira’
DOURADOS
Mulher tenta sair de mercado com quase R$ 700 em compras sem pagar
INVESTIGAÇÃO
Ex-prefeito de Amambai foi morto após discussão por desacordo trabalhista
PONTA PORÃ
Estado monitora caso suspeito de Coronavírus na fronteira