Menu
Busca sábado, 23 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221

Zeca apóia candidatura de Izaias Pereira à reitoria da UFMS

20 janeiro 2004 - 13h03

O governador Zeca do PT recebeu, em audiência, o professor Izaias Pereira da Costa, ex-secretário de Saúde do Estado, que esteve na Governadoria para comunicar sua candidatura à reitoria da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Izaias, 53 anos, é doutor em Medicina, professor-adjunto do Departamento de Clínica Médica e ex-Pró-Reitor de Assuntos Estudantis da UFMS. O governador Zeca manifestou “simpatia” pela candidatura do seu ex-secretário de Saúde, lembrando dos seus conhecimentos e compromisso ideológico. Izaias Pereira da Costa foi recebido pelo governador juntamente com os professores Rivaldo Venâncio da Cunha e Roberto Melges.“A eleição para reitor é uma questão interna, de foro íntimo dos professores, alunos e servidores da Universidade, mas vejo com muita simpatia essa candidatura. Ao longo de cinco anos construímos uma parceria muito produtiva com as universidades privadas, acho que agora é o momento de ampliar a parceria com a universidade pública”, observou o governador Zeca.O governador disse que, respeitando a autonomia da UFMS, vai defender a eleição do professor Izaias Pereira da Costa. “O que depender de mim e da minha relação com o governo federal, vou defender uma nova fase para a UFMS”, afirmou o governador.Durante conversa com o candidato a reitor, o governador sugeriu que ele faça contatos com a bancada federal e a participação do Diretório Regional do PT e outros setores progressistas no debate em torno da sucessão e integração da universidade pública com a comunidade, já que grande parte dos eleitores fazem parte da comunidade universitária. “A Universidade precisa estar mais perto do povo”, disse Zeca.Izaias Pereira da Costa disse que vai disputar a reitoria pregando a democratização da universidade e sua integração aos projetos de inclusão social, melhoria da qualidade do ensino e da pesquisa e, sobretudo, participação mais intensa nos projetos de extensão para atender as necessidades sociais da comunidade, principalmente na área de saúde e capacitação de professores de primeiro grau.“Hoje a UFMS não tem uma política objetiva e sua contribuição se restringe às iniciativas individuais”, diz Izaias, para quem a universidade pública precisa ter uma política global e projetos coletivos, além de estabelecer parcerias com o governo e estar mais presente na comunidade, não apenas na Capital, mas também no interior.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZZ
Apenas de meia-calça, Juliana Paes celebra presença no carnaval: "melhor notícia"
FUTEBOL
Fifa tira Mundial Sub-17 do Peru, e Brasil vai sediar a competição
BELA VISTA
Policial perde controle da direção, viatura cai de ponte e pega fogo
COMBUSTÍVEIS
Preço da gasolina nas bombas cai pela 18ª semana seguida, diz ANP
MEIO AMBIENTE
PMA captura tamanduá-bandeira em quintal de residência em Coxim
EDUCAÇÃO
UFGD divulga os aprovados na 5ª chamada do Vestibular 2019
COXIM
Policial civil invade emissora de rádio e agride entrevistado
FISCO
Programa para receber declaração do IR estará disponível 2ª-feira
DOURADOS
Sindicalistas cobram salários para ex-empregados da Fertilizantes Heringer
CAPITAL
Fumaça provoca engavetamento com 7 veículos na rodovia BR-262

Mais Lidas

DOURADOS
Trio é preso após tentar repetir furto em loja do shopping
SIDROLÂNDIA
Colisão entre motos termina com jovem morto
DOURADOS
Desconhecido pede água, invade residência e ameaça mulher de morte para furtar celular
CAMPO GRANDE
Interno é encontrado morto dentro de cela de presídio