Menu
Busca domingo, 19 de janeiro de 2020
(67) 9860-3221

Zeca afirma que isenção às telefônicas não chega ao consumidor

03 agosto 2006 - 12h02

O governador de Mato Grosso do Sul, Zeca do PT, disse esta manhã pouco depois de dar entrevista à FM Regional, que não acredita que ganho com o crédito outorgado de ICMS (Imposto Sobre Circulação de Serviço e Mercadoria) sobre energia consumida por telefônicas possa chegar ao consumidor através de redução de tarifas.Segundo ele, o benefício fiscal foi uma estratégia para segurar as empresas no Estado e “para por em ordem as contas da Brasil Telecom”. Pelo decreto assinado na última sexta-feira o limite de crédito é de 70% do consumo dos equipamentos que compõem a central telefônica e o abatimento será feito na apuração do imposto devido pelas empresas, a título de dedução.No texto do decreto o argumento do governo para o incentivo fiscal é que a energia elétrica é insumo básico para estas empresas e que a desoneração reduzirá custos. Mas não foi citado se o benefício chegaria ao consumidor.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIOLÊNCIA
Homem é executado com 11 tiros na Capital
POLÍCIA
Funcionária de supermercado tem celular furtado enquanto trabalhava
DEODÁPOLIS
Pecuarista é multado por degradações ambientais em áreas protegidas
PONTA PORÃ
Caminhonetes são encontradas incendiadas no lado brasileiro da Fronteira
ECONOMIA
Brasil assina acordo de cooperação agrícola com a Alemanha
DOURADOS
Concursados da PM, Bombeiros e GM se unem para cobrar convocação
FRONTEIRA
Polícia de MS alia forças ao Paraguai para captura de foragidos de presídio em Pedro Juan
DOURADOS
Casal têm celulares roubados durante caminhada no Jardim Progresso
POLÍTICA
Novo partido não usará fundo eleitoral sancionado, diz Bolsonaro
SÃO GABRIEL DO OESTE
Adolescente é morta a tiros pelo marido após discussão

Mais Lidas

CAPITAL
Veterinária deixa motel em surto e morre embaixo de caminhão
TRÁFICO
Polícia flagra esquema de venda de droga no cartão em Dourados
DOURADOS
Mulher é trancada no banheiro durante assalto no BNH 3º Plano
GUARDA
Traficante que queria ganhar R$ 12 mil vendendo drogas é presa em Dourados