Menu
Busca segunda, 24 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

Zé Teixeira considera brutal MP que aumenta IR

28 fevereiro 2005 - 13h12

O deputado estadual Zé Teixeira (PFL) considera brutal a idéia do governo federal em modificar a tabela do Imposto de Renda e condena as articulações da base aliada na tentativa de aprovar a matéria, que, segundo ele, prejudica a sociedade brasileira, sobretudo o produtor rural. Segundo ele, a classe produtora hoje é a principal responsável pela riqueza do País e não pode ser prejudicada por medidas drásticas editadas pelo governo federal.
O deputado avalia que a equipe econômica do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ao elaborar a MP, corrigiu a tabela do Imposto de Renda de Pessoas Físicas, mas aumentou a base de cálculo do Imposto de Renda de Pessoas Jurídicas (IRPJ) e da Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL) das empresas que optaram pelo regime de tributação do lucro presumido.
Líder da bancada ruralista na Assembléia Legislativa, Zé Teixeira diz ter recebido manifesto de vários produtores rurais do Estado, principalmente da região de Dourados, descontentes com o prejuízo iminente que o setor terá caso a matéria seja aprovada pelo Congresso.
 “O produtor rural, como outros setores, não pode aceitar um golpe tão duro como este que a União planeja”, criticou, sugerindo que a bancada federal rejeite a matéria, motivo de repercussão negativa e críticas disparadas por vários segmentos da sociedade em todo País.
 Zé Teixeira observou que a cúpula nacional do PFL fechou questão contra a MP, além de impetrar uma Adin (Ação Direta de Inconstitucionalidade) no STF (Supremo Tribunal Federal) contra a medida do governo federal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Governo facilitará exportações de produtos voltados à Defesa
BRASIL
Síndrome metabólica em adolescentes é tema de pesquisa da Capes
DOURADOS
Campanha sobre tuberculose e hanseníase será realizada em março
POLÍCIA
DOF flagra cinco com 400 quilos de contrabando em Dourados
BRASIL
Trabalho infantil aumenta 38% durante o carnaval; saiba como denunciar
STF
Liminar garante ao RS fixar contribuição previdenciária de militares sem sanções por parte da União
DOURADOS
Com ponto facultativo, sessão da Câmara foi antecipada
MS
Um dos pilares da ressocialização, a religião promove ambiente de fé em presídios
ESTADO
Judiciário de MS retomará expediente na quinta-feira
MUNDO
Cientistas descartam que novo vírus tenha origem em mercado em Wuhan

Mais Lidas

CRIME
Ex-integrante de grupo de Rap é morto a tiros em Dourados
WEIMAR TORRES
Mulher morre após bater em carro que roletou avenida
FÁTIMA DO SUL
Polícia prende homem que matou namorada a marteladas
FRONTEIRA
Suspeitos de matar jornalista são presos em operação