Menu
Busca sexta, 16 de novembro de 2018
(67) 9860-3221
DOURADOS

Vereadora denuncia colega por “passada de mão” em sessão

09 junho 2015 - 18h00

A vereadora Virginia Magrini (PP) registrou o boletim de ocorrência na Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher contra o colega de trabalho, também vereador Mauricio Lemes (PSB) por afirmar que ele teria passado a mão em suas nádegas durante sessão ordinária na noite de segunda-feira (08) na Câmara Municipal de Dourados.

O fato, segundo ela, aconteceu já no final da cerimônia durante entrega de uma moção legislativa e foi feito por repetidas vezes. Virginia conta que chegou a pensar que fosse outro vereador, porém, depois que afirmou que denunciaria o ocorrido, o próprio Maurício veio até ela e pediu desculpas.

“Na hora me enganei pensei que fosse outra pessoa e depois disse que ia fazer a ocorrência e o próprio [Maurício] veio pedir desculpas para mim e afirmou que pensou que eu não iria ficar chateada e que era apenas uma brincadeirinha. O fato aconteceu umas quatro vezes. Eu fiquei indignada, eu não conseguia acreditar que em uma solenidade daquela eu estava passando por um constrangimento daquele tamanho”, ressaltou.

A vereadora conta que logo após o fato pediu que o presidente da Câmara Idenor Machado tomasse providência, mas, ele não entendeu o que acontecia no momento já que a sessão ainda ocorria. Logo após o término da sessão Virginia recorreu a comissão de ética da casa de leis.

“Eu nunca autorizei isso e jamais autorizaria no meu local de trabalho. Ainda que eu fosse uma prostituta, ninguém teria direito de fazer isso comigo lá no meu local de trabalho. Fiz no mesmo dia uma declaração de punho próprio e entreguei ao conselho de ética que está uma cópia aqui junto ao BO”, citou.

A vereadora conta que tem sofrido pressão por conta da situação e que pessoas próximas a Maurício Lemes também entraram em contato com ela para que omitisse a situação.

“Teve de um lado a turma do ‘deixa disso’ pedindo para que deixasse para resolver apenas internamente e de outro lado pessoas que acham que pelo meu jeito de ser que eu não deveria deixar de trazer para que isso seja apurado. O partido também pediu que eu tomasse uma posição e não teve jeito, não ia ficar em paz se aceitasse essa situação. Tenho medo de represálias, já recebi mensagens que deixei até na delegacia, as quais eu entendo que era uma pressão para que eu não fizesse nada, fico preocupada”, contou.

Para Virginia, o companheiro de trabalho deve receber as punições necessárias e no quesito convivência no trabalho, ela ressalta que não será mais a mesma.

“Eu acho que ele deve ser punido na forma da lei, ele também deve responder por falta de decoro que dá inclusive perda de mandato, não quero nada que não seja devido para ele, quero só que minha honra seja privada. Quanto a convivência no trabalho acho muito difícil a gente conseguir trabalhar no mesmo espaço físico”, finalizou.

O Dourados News entrou em contato por telefone com o vereador Maurício Lemes na tarde desta terça-feira (9) que se defendeu e negou ter "assediado" a vereadora e afirmou que irá aguardar ser chamado para apresentar sua versão.

"Foi uma brincadeira infeliz, eu cutuquei as costas dela apenas, não cheguei nem perto dos glúteos. Logo depois pedi desculpas já que ela não gostou e acompanhei que ela fez o ocorrência de forma tranquila, vou esperar para me defender a apresentar minha versão", destacou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Seleção para preencher vagas de médicos cubanos ocorre ainda este mês
PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA
Radares flagram quase 500 motoristas por excesso de velocidade nas BR's de MS
DOURADOS
Grupo ABV realiza sorteio de carro 0km
TRÂNSITO
Bêbado, homem é preso ao provocar acidente
ÁFRICA DO SUL
Prédio de apartamentos é construído com 140 contêineres
BRASIL
Bolsonaro diz que nomes de comandantes militares não estão definidos
PÓS-FERIADO
Centrão ‘calmo’ é reflexo do feriado no meio da semana em Dourados
CAMPO GRANDE
Para não bater em capivaras, motorista desvia, perde controle e capota veículo
ALERTA
Procon orienta sobre cuidados para compras na Black Friday
RURAL
Integração lavoura-pecuária atrai mais produtores em MS

Mais Lidas

CAMPO GRANDE
Empresário é executado e filho fica ferido em atentado
CAMPO GRANDE
Empresário executado na Capital era avalista em dívida de R$ 40 milhões
SUSTO
Veículo com placas de Dourados fica destruído ao ser atingido por vagões de trem
DOURADOS
Dupla armada rouba moto para assaltar empresa e levar R$ 3 mil