Menu
Busca terça, 18 de junho de 2019
(67) 9860-3221
VATICANO NEGA

Vaticano desmente boato de que Papa Francisco enviou terço a Lula

12 junho 2018 - 17h05Por Terra

O Vaticano esclareceu hoje (12) que o papa Francisco não tem relação com o advogado argentino Juan Grabois , o qual tentou visitar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na prisão.

Grabois, fundador do Movimento dos Trabalhadores Excluídos e ex-consultor do Pontifício Conselho Justiça e Paz , tentou visitar ontem (11)Lula na prisão em Curitiba, mas não foi autorizado pela Polícia Federal(PF).
Vários veículos de imprensa e redes sociais do PT haviam dito que Grabois era um representante do Papa que entregaria um terço a Lula em nome do Pontífice.

Mas, de acordo com uma nota publicada pelo site Vatican News , Grabois fez a visita a "título pessoal", e o terço não foi enviado pelo papa Francisco, apenas "abençoado". "Em mérito às notícias circuladas sobre o suposto envio de um Terço pelo Papa Francisco ao ex-presidente Lula, esclarecemos que o advogado argentino Juan Grabois, fundador do Movimento dos trabalhadores excluídos e ex-consultor do Pontifício Conselho Justiça e Paz, tentou fazer uma visita - a título pesoal - ao ex-presidente, tendo após a tentativa infrutífera, concedido uma entrevista diante do prédio da Polícia Federal em Curitiba. Na entrevista - e nos ativemos a ela - Em nenhum momento Grabois afirmou que o Terço foi enviado pelo Santo Padre, mas apenas "Abençoado" pelo Papa", diz a nota.

Em sua página oficial, o Instituto Lula descreveu Grabois como "emissário do papa Francisco para assuntos de Justiça e Paz", e disse que ele pretendia levar ao ex-presidente um terço mandado pelo próprio Pontífice. Segundo a Confederação Nacional dos Bispos do Brasil(CNBB), o Vatican News representa a comunicação da Santa Sé . A CNBB, por sua vez, também disse desconhecer o envio do terço pelo Papa ao ex-presidente.
Preso desde 7 de abril, Lula pode receber visitas para ajuda espiritual toda segunda-feira, mas o advogado argentino foi barrado pela Polícia Federal por não ter função religiosa. O Pontifício Conselho Justiça e Paz, do qual o advogado fazia parte, foi extinto em 2017 pelo Vaticano.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AQUIDAUANA
Polícia prende nove suspeitos de furtar 100 quilos de cocaína em delegacia
ECONOMIA
Portaria amplia autorização para trabalho aos domingos e feriados
RIO BRILHANTE
Traficante foge ao ver abordagem e abandona mais de 350kg de maconha
JUSTIÇA
Mãe e filho serão indenizados por ter imagem denegrida na internet
PROMOÇÃO
Rede Abevê Supermercados realiza último sorteio da Campanha Sonhos a bordo
PARAGUAI
Homem escapa de sequestro, mas acaba executado por pistoleiros em posto
DOURADOS
Torcedores veem meninas do Brasil à frente dos homens no futebol
CORPUS CHRISTI
Operação nas rodovias estaduais começa na quinta-feira
ECONOMIA
Dólar fecha em queda antes de Fed e de olho no exterior
FUTEBOL FEMININO
Com gol recorde de Marta, Brasil vence Itália e garante vaga nas oitavas da Copa do Mundo

Mais Lidas

AQUIDAUANA
Douradense desaparece nas águas do rio Aquidauana durante banho
PARAGUAI
Motim termina com 10 mortos e presos queimados e decapitados
DOURADOS
Perseguição na Coronel Ponciano termina com homem preso e apreensão de mais de 700kg de maconha
MASSACRE EM SAN PEDRO
Ministro paraguaio promete expulsar membros do PCC após motim com 10 mortos