Menu
Busca quinta, 23 de maio de 2019
(67) 9860-3221

Vander Loubet defende a profissionalização de historiadores

17 dezembro 2003 - 13h27

O deputado federal Vander Loubet (PT-MS), em pronunciamento no pequeno expediente da Câmara, defende a profissionalização dos historiadores, objetivo que vem sendo perseguido há vários anos em diferentes projetos, um deles apresentado em 2000 por Ricardo Berzoini, hoje ministro da Previdência Social. Na última sexta-feira, ao participar como patrono na solenidade de formatura do Curso de História da UCDB, Vander comprometeu-se a reforçar a mobilização da categoria para pressionar pela aprovação da medida.Profissionalizar o historiador é uma luta que vem sendo travada desde os anos 80 e hoje tornou-se uma condição essencial para o exercício de atividade especializada e considerada pela Lei de Diretrizes e Bases como pressuposto essencial na Educação Básica. Diversos projetos - entre eles os dos deputados Wilson Santos (MT) e Ricardo Berzoini (SP) - já foram apresentados, a maioria arquivada ou protelada, reclama Vander.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CONTRABANDO
Após perseguição, Polícia apreende 7,5 mil pacotes de cigarros
POLÍTICA
Bolsonaro volta a defender mudanças na CNH e fim dos radares
CAMPO GRANDE
Jovem grávida é agredida, desmaia e acorda sendo estuprada
UNIGRAN
Jornada de Psicologia vai abordar trajetos e conquistas em 20 anos de história
MEIO AMBIENTE
Conciliação: danos ao Rio da Prata serão reparados por responsáveis
TRÊS LAGOAS
PMA realiza Educação Ambiental a 50 alunos de escola pública
JUDICIÁRIO
Maioria no STF vota para enquadrar homofobia como crime de racismo
DOURADOS
Servidora da UEMS lança livro sobre Letramento Digital nesta sexta
RIBAS DO RIO PARDO
Homem é preso e confessa que estuprava a sobrinha de 9 anos
SELEÇÃO
Marinha abre concurso para 90 vagas para o Corpo Auxiliar de Praças

Mais Lidas

POLÍCIA
Após pescaria, marido encontra desconhecido na frente de casa e ameaça mulher com arma em Dourados
DOURADOS
Preso em operação estava sob monitoramento por assalto
PEDRO JUAN
Três suspeitos de chacina na fronteira são presos pela polícia paraguaia
PEDRO JUAN
Seis morrem e uma criança fica ferida após ataque de pistoleiros na fronteira