Menu
Busca sábado, 25 de janeiro de 2020
(67) 9860-3221

UEMS reúne professores do projeto “Escola que Protege”

03 agosto 2006 - 10h34

Os oitenta professores que participam do projeto “Escola que Protege” vão se reunir no próximo sábado, dia 05 de agosto, no auditório central da UEMS (Universidade estadual de Mato Grosso do Sul) em Dourados, das 8h30 às 17 horas, para novas atividades do curso de extensão iniciado em junho de 2006, por meio do qual estão sendo capacitados para atuar na defesa dos direitos das crianças e dos adolescentes em situações de violência física, psicológica, negligência, abandono, abuso sexual, exploração do trabalho infantil, exploração sexual comercial e tráfico para estes fins, em uma perspectiva preventiva. O projeto é promovido pela Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade do Ministério da Educação, co-implementado pela Partners of the Américas, executado pela Secretaria de Educação à Distância da UFSC e oferecido em diversas cidades brasileiras por universidades parceiras. A UEMS é a única a implementá-lo em Dourados e tem como coordenadora a professora Lourdes Rosalvo da Silva dos Santos, do curso de Direito.Esta é a primeira turma que está sendo capacitada no estado e é formada por professores provenientes das escolas douradenses Franklin Luiz Azambuja, Sócrates Câmara, Arthur Campo Bello e Vilmar Vieira de Matos. O curso possui 100 horas/aula, sendo 60 à distância e 40 presencial. A primeira modalidade é realizada por meio de material impresso, videoaula, teleconferência (programa de TV transmitido ao vivo, via satélite, por antena parabólica), ambiente virtual e telefone. A segunda modalidade é ministrada pela UEMS e está prevista para terminar no mês que vem.Também participam do encontro de sábado professores da Unigran e representantes de organismos do sistema de defesa dos direitos de crianças e adolescentes, pois são estes últimos os responsáveis pela punição e orientação dos agentes agressores: Promotoria de Justiça da Infância e da Juventude de Dourados, Juizado da Vara da Infância de Dourados e Promotoria de Justiça.A proteção a crianças e adolescentes está expressa na Constituição Brasileira e no Estatuto da Criança e do Adolescente de 1990, mas ainda vem sendo negligenciada por muitos em todo o país. A UEMS acredita que é no espaço público da escola onde se deve promover a discussão e as ações para uma nova realidade social, mais digna, mais cidadã e transformadora, por isso abraçou este projeto e prevê sua continuidade nos próximos anos, envolvendo professores de outras escolas e de outros municípios. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Mourão inaugura estátua de D. Pedro I em São Paulo
CRIME AMBIENTAL
Paulistano é multado em R$ 21 mil por derrubar mata atlântica em MS
Grupo de Trabalho
Reunião discute combate ao feminicídio em Mato Grosso do Sul
BRASIL
Grupos de estudantes podem agendar visitas às sessões plenárias e das Turmas do STF
ESTADO
MEC aprova 1ª Residência Multiprofissional em Saúde da Família da UEMS
BRASIL
Chuvas em Minas Gerais já fizeram 7 mortos
CONTRABANDO
Casal é preso com mais de R$ 400 mil em relógios e celulares
POLÍTICA INTERNACIONAL
Brasil e Índia assinam acordos em tecnologia, energia e segurança
CAPITAL
Homem é atacado por pitbull em praça quando brincava com os filhos
TRÁFICO DE DROGAS
Cocaína apreendida em Ponta Porã seria levada para Brasília

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Pai e filha moradores de Dourados morrem em acidente no Paraná
DOAÇÃO
Órgãos captados em Dourados vão salvar vidas em três Estados
TRÁFICO
‘Espaço de lazer’ em Dourados era usado para guardar drogas e abrigar fugitivos
DOURADOS
Assassinato na Vila Rosa aconteceu por ciúmes durante manutenção em porta