Menu
Busca sexta, 29 de maio de 2020
(67) 99659-5905

UEMS faz mapeamento de pesquisas sobre Educação Especial

11 dezembro 2012 - 13h42

Potencializar as pesquisas sobre Educação Especial desenvolvidos na região Centro Oeste. Este é o objetivo do projeto “Estado do Conhecimento sobre Educação Especial na Região Centro-Oeste”, coordenado pela pesquisadora e professora da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), Doracina Araújo, do mestrado em Educação da unidade universitária de Paranaíba.

O projeto possibilitará a realização de um completo mapeamento das teses e dissertações produzidas pelos programas de pós-graduações do Centro Oeste que se dedicam à temática da Educação Especial. “O material mapeado será organizado em seis categorias: altas habilidades, cegueira ou deficiência visual, deficiência física, deficiência intelectual, síndromes e surdez ou deficiência auditiva. Em seguida identificaremos nas teses e dissertações as teorias que têm preponderado nas produções intelectuais dos estudiosos da Região Centro-Oeste”, explica Doracina.

Com os levantamentos realizados, a equipe do projeto criará um banco de dados para acompanhar anualmente a evolução desses estudos, inicialmente na região Centro-Oeste e, posteriormente, em outras regiões do Brasil. Espera-se com os resultados alcançados contribuir com pesquisadores que se interessam e realizam pesquisas sobre essa temática, assim como com educadores que buscam estudos para melhorar sua prática educacional e discentes de graduação, pós-graduação lato sensu e stricto sensu que se interessem em pesquisar sobre Educação Especial em seus trabalhos de conclusão de curso, iniciação científica, monografias, teses e dissertações.

###Investimento
No projeto serão investidos mais de R$ 26 mil, dinheiro que será utilizado, principalmente, na aquisição de seis computadores, base tecnológica para o desenvolvimento dos trabalhos propostos. A previsão de conclusão dessa primeira fase do projeto é para dezembro de 2013.

Atualmente estão inseridos nas atividades do projeto: um aluno do curso de Pedagogia, bolsista de iniciação científica pelo CNPq, dois professores do Mestrado em Educação de Paranaíba; um egresso do Mestrado em Educação da UEMS/Paranaíba, uma mestranda do mesmo programa, dois docentes do curso de Pedagogia de Paranaíba, um mestrando da UFGD, um professor da UFMS/Paranaíba e dois pedagogos formados pelo curso.


Deixe seu Comentário

Leia Também

COSTA RICA
Menina de 3 anos dormia com a mãe que foi assassinada a facadas pelo ex
POLÍTICA
Bolsonaro diz que auxílio emergencial poderá ter a quarta parcela
JUDICIÁRIO
MP denuncia juiz por ter recebido propina para liberar precatórios
ENSINO SUPERIOR
Ainda sem data, Enem 2020 já tem 6,1 milhões de inscritos
TRÊS LAGOAS
Motociclista é atingida por linha com cerol e garotos que soltavam pipa fogem
ECONOMIA
Compras com auxílio emergencial poderão ser pagas via celular
CARTILHA
Tribunal de Justiça lança Guia de Boas Práticas para Pessoas com Deficiência
CAPITAL
Idoso é enganado por golpistas, entrega dois cartões e fica no prejuízo
JUSTIÇA
Ministro do STF nega recurso e mantém pena de prefeito condenado por tráfico
DESCAMINHO
Receita Federal apreende duas toneladas de narguilé contrabandeadas

Mais Lidas

DOURADOS
Paciente com suspeita de coronavírus afasta mais de 20 profissionais da saúde no HV e UPA
PANDEMIA
Dourados é "campeã" de casos de coronavírus em MS pelo 3º dia consecutivo
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher