Menu
Busca domingo, 22 de julho de 2018
(67) 9860-3221

UEMS/CG terá Centro de Documentação em Educação, Diversidade Cultural e Linguagens

10 dezembro 2012 - 15h15


A Fundação de Apoio do Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul (Fundect) aprovou um projeto proposto por professoras do curso de Pedagogia e Letras da UEMS que visa a construção de um Centro de Documentação em Educação, Diversidade Cultural e Linguagens de Mato Grosso do Sul. O projeto, coordenado pela professora Kátia Cristina Nascimento Figueira e tem a finalidade estimular as pesquisas desenvolvidas na área e preservar informações relevantes para a compreensão da educação, da diversidade cultural e das linguagens de Mato Grosso do Sul.


De acordo com Kátia Figueira, o acervo do referido Centro terá ênfase nas fontes documentais sobre as Instituições Escolares do Estado de Mato Grosso do Sul, no período de 1951 a 1979; fontes orais sobre o cotidiano e as representações sobre o lugar da escola e dos espaços de aprendizagem dos povos pantaneiros e indígenas, que residem na Região Pantaneira Sul Mato-Grossense, explica. A professora salienta ainda que nessa Região há registros históricos atuais de sete grupos étnicos distintos: Atikum, Guató, Kadiwéu, Kamba, Kinikinau, Terena e Chamacoco.


O projeto será desenvolvido no período de fevereiro de 2013 a fevereiro de 2014 e os recursos disponíveis para custeio e capital aprovado são de R$ 23,5 mil, destinados às atividades da pesquisa.


O público que será atendido pelo Centro é constituído por alunos da graduação, alunos da pós-graduação, pesquisadores da área de ciências humanas e sociais, bem como a comunidade em geral que queira conhecer a história e a diversidade cultural do processo educativo dos povos sul-mato-grossenses.


Para a professora Maria Leda Pinto, Coordenadora do Programa de Mestrado Profissional em Letras da UEMS e integrante da equipe executora da proposta, os resultados e os benefícios do Centro de Documentação em Educação, Diversidade Cultural e Linguagens de Mato Grosso do Sul se evidenciará, a curto, médio e a longo prazo por oportunizar e constituir-se como um espaço de debate e de congregação dos profissionais, acadêmicos e pesquisadores da área da História da Educação, das Ciências da Linguagem e da Diversidade Cultural.


Nedina Stein, professora no Centro Universitário da Grande Dourados (Unigran) e pesquisadora da área de História de Educação chama atenção para o fato de que o caráter inovador da proposta para a diversidade de fontes e de temas a serem investigados no campo da Educação provoca uma fertilidade na pesquisa, notadamente para o Estado de Mato Grosso do Sul, que possui fontes historiográficas inéditas o que resulta em área promissora de estudo.


A coordenadora do curso de Pedagogia, Léia Teixeira Lacerda, também integrante da equipe executora da proposta, ressalta que esse Centro terá como principal benefício social e profissional o envolvimento de acadêmicos e de egressos em Programas de Iniciação Cientifica e de Pós-Graduação, Lato Sensu e Stricto Sensu, desenvolvidos no Estado e no país, com projetos de pesquisas educacionais que possibilitam uma melhor qualidade de vida e de ensino à educação pública e privada.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MEIO AMBIENTE
PMA de Dourados autua pecuarista em R$ 57 mil por desmatamento
EMPREGO
10 órgãos abrem inscrições para quase 600 vagas na segunda-feira
CAMPO GRANDE
Mulher fica gravemente ferida após ser lançada contra arame farpado
AMPLAVISÃO 1315
Nas pontes de Roma a lembrança de André
DOURADOS
Poste derrubado após roubo de veículos continua caído na Marcelino Pires
TRADIÇÃO CATÓLICA
27ª Festa a São Cristóvão leva caminhões às ruas de Dourados
EDUCAÇÃO
IFMS encerra nesta segunda inscrições para transferências
FÓRMULA 1
Hamilton vence após Vettel parar no muro no GP da Alemanha
SINOP
Adolescente é flagrando com maconha que seria comercializada no MT
DIRETRIZES
Período eleitoral impõe restrições na Comunicação da UFGD

Mais Lidas

ÁGUA BOA
Ferido com tiro durante comemorações na Copa é preso com drogas em Dourados
CAMPO DOURADO
Jovem nega tráfico e diz que pedido de carona o levou até casa com droga
DOURADOS
Índios invadem fazenda, torturam e fazem caseiro refém por 6h
CAMPO GRANDE
Mulher morre ao bater carro na traseira de caminhão parado