Menu
Busca terça, 25 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

TSE pune partidos por abusos no horário eleitoral gratuito

07 janeiro 2004 - 14h02

 O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) puniu o PTB, PMDB, PFL e PP por abusos no horário eleitoral gratuito. A punição se deve ao fato de os partidos terem feito em 2002 campanha para candidatos fora do prazo determinado pela legislação eleitoral. Segundo o TSE, a propaganda nas emissoras de rádio --inclusive as comunitárias-- e televisão abertas e por assinatura para as eleições deve se limitar a um período determinado pelo calendário eleitoral. O PTB do Distrito Federal só terá direito a quatro dos 20 minutos normais no horário de propaganda gratuita do partido que irá ao ar no próximo dia 28 de julho. E no mesmo programa ainda terá que dar quatro minutos de direito de resposta ao PT. O TSE também puniu o PMDB de Minas Gerais com a redução do tempo do programa previsto para o dia 24 de maio em 50%, de 20 para dez minutos. A punição dada ao PFL do Ceará foi a mais severa: o partido terá apenas cinco minutos, das 20h às 20h05 no rádio e das 20h30 às 20h35 na televisão, no dia 21 de junho deste ano para fazer a sua propaganda. A perda de 15 minutos foi motivada por propaganda indevida da candidatura do deputado federal Moroni Torgan a prefeito de Fortaleza, na eleição de 2000. O TSE também julgou a representação procedente, tal como no caso do PP alagoano, que terá direito a apenas três minutos de propaganda no programa que irá ao ar no dia 21 de junho. A legenda teve 17 minutos do tempo cassados porque utilizou o espaço em 2002 para promover e exaltar as qualidades pessoais do deputado federal Augusto Farias, então candidato à reeleição.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NEGÓCIOS & CIA
Carros para todos os momentos, a Unidas tem
Saúde e Bem-estar
Como um coaching carreira & vocacional pode ajudar na orientação da profissão?
REGIÃO
Homem é detido após disparar arma de fogo em residência
STJ
Plano de saúde coletivo não pode ser cancelado durante tratamento
TRÂNSITO
Prefeitura de Guarujá diz que não irá multar Bolsonaro por infração
INTERNACIONAL
Brasil amplia lista de países para definir suspeitos de coronavírus
INVESTIGAÇÃO
Ex-prefeito de Amambai foi morto após discussão por desacordo trabalhista
NOTA DE PESAR
Governo do Estado decreta luto pela morte de ex-prefeito
SERGIPE
Caminhão com 400 kg de maconha que saiu de MS e apreendido em Brasília
DOURADOS
Menor usa pistola de ar comprimido para roubar haitiana

Mais Lidas

CRIME
Ex-integrante de grupo de Rap é morto a tiros em Dourados
DOURADOS
Ex-prefeito de Amambai não resiste e morre no Hospital do Coração
ATENTADO
Aeronave pousa em Dourados e fica a disposição de Lanzarini
POLÍCIA
Ex-prefeito de Amambai Dirceu Lanzarini é ferido a tiros em atentado