Menu
Busca quarta, 20 de junho de 2018
(67) 9860-3221

Tráfico de pessoas é intenso em regiões de pesca em MS

04 dezembro 2003 - 13h08

Os municípios de Bonito, Coxim, Corumbá e Porto Murtinho são as principais rotas utilizadas para o tráfico de seres humanos em Mato Grosso do Sul, sobretudo com fins de exploração sexual, segundo informa a secretária estadual de Trabalho, Assistência Social e Economia Solidária, Eloísa Castro Berro. Ela participou esta manhã da abertura do 1º Seminário Interestadual Sobre Tráfico de Seres Humanos e Trabalho Escravo, que está sendo realizado na Uniderp (Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal), em Campo Grande.De acordo com Eloísa, o grande fluxo de turistas, sobretudo na alta temporada, é um complicador, aliado a dificuldades na fiscalização. Ao final do Seminário, nesta sexta-feira, serão encaminhadas aos órgãos que atuam no combate ao tráfico de pessoas e ao trabalho escravo

Deixe seu Comentário

Leia Também

SHOWBIZ
Mulher de Taison chama atenção ao renovar bronze em praia da Rússia
CONCORRÊNCIA
Senado aprova projeto que autoriza venda direta de etanol a postos
UFGD
Ex-ministro dos Direitos Humanos faz palestra dia 26 em Dourados
TRÊS LAGOAS
Homem é preso acusado de sequestrar secretária para roubar caminhonete
EDUCAÇÃO
UEMS abre inscrições para exames de proficiência em língua estrangeira
VÍNCULO AFETIVO
STJ garante direito de visita a animais de estimação após separação
CONCURSO
Comarca de Bonito selecionará estagiários de Administração
JUSTIÇA
Homem é condenado por fraudar assinatura da ex-mulher em cheques
FUTEBOL
Alberto Valentim deixa o Botafogo para dirigir time do Oriente Médio
ABIGEATO
Propriedades rurais são alvo de ladrões de gado em Nova Andradina

Mais Lidas

DOURADOS
Dupla é presa por tentativa de homicídio contra vendedor de espetinhos
TRAGÉDIA
Vítimas fatais de acidente na BR-262 são identificadas
FRONTEIRA
Pecuarista é executado a tiros durante emboscada
MANIFESTO
Educadores se unem por aumento, mas apenas magistério terá reajuste