Menu
Busca terça, 07 de abril de 2020
(67) 9860-3221

TJ mantém decisão que manda sem-terra desocupar área

07 janeiro 2004 - 18h46

A 1ª Turma Especial do Tribunal de Justiça manteve nesta semana decisão de 1ª instância determinando a desocupação de área da prefeitura de Campo Grande por famílias de sem-terra. Desde a metade de dezembro, elas formam acampamento no anel rodoviário, entre as saídas para São Paulo e Sidrolândia. O acampamento é formado por famílias ligadas ao MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), que afirmam que não vão cumprir a determinação judicial de desocupação da área.Há outra decisão, de 1ª instância, que impede a prefeitura de fazer a remoção das famílias. O município tem alegado que o terreno não serve para a reforma agrária e a que permanência das famílias no local oferece riscos à segurança, por ser um local às margens da estrada.O prefeito André Puccinelli (PMDB) não comentou esta decisão, mas anteriormente cobrou ação da Segurança Pública e disse que, se pudesse, colocaria tanques, balas e cães contra os sem-terra.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AVANÇO DA PANDEMIA
Brasil registra 114 mortes por coronavírus em 24 horas e chega a 667
DOURADOS
Suplente de Braz consegue derrubar afastamento no TJ
COTAÇÃO
Dólar recua, mas fecha acima de R$ 5,20
TRÁFICO DE DROGAS
Maconha e skunk que seriam entregues em São Paulo são apreendidos em MS
BATALHA JURÍDICA
Braz recorre ao STJ para suspender decisão que pode lhe custar o mandato na Câmara
DOURADOS
Mulher tenta desviar de buraco, é atropelada por carreta e morre
MATO GROSSO DO SUL
Um terço das pessoas em monitoramento no Estado estão internadas
CAMPO GRANDE
Sobrinho sente mau cheiro em casa e encontra corpo de tio desaparecido desde sexta
BRASIL
STF: estados têm 72 horas para apresentar ações de combate à covid-19
CUIDADOS
Hospital Cassems de Nova Andradina prepara estrutura especial para receber beneficiários durante a pandemia

Mais Lidas

DOURADOS
Dois homens são executados por dupla de moto no Jardim Carisma
FLEXIBILIZAÇÃO
Com restrições, comércio volta a funcionar amanhã em Dourados
COVID-19
Estado tem mais três confirmações do novo coronavírus em 24 horas, todas no interior
DOURADOS
Polícia apura que filho matou pai a pauladas após agredir a mãe grávida