Menu
Busca sábado, 24 de agosto de 2019
(67) 9860-3221

Tetila vai transformar prêmio jornalístico em lei

18 dezembro 2003 - 11h55

Atendendo solicitação feita em público pelo vereador e jornalista Elecir Ribeiro Arce (PT), o prefeito de Dourados Laerte Tetila se comprometeu na noite de ontem, durante o lançamento do troféu imprensa “Júlio Marques de Almeida”, a enviar para a Câmara Municipal um projeto para transformar essa comenda em lei. Por enquanto a distinção está assegurada em decreto.Para um seleto público de profissionais da imprensa local, no restaurante Kikão, Tetila disse que considera a homenagem bastante justa “e com certeza orgulha todos os profissionais da área; com muito carinho vamos encaminhar esse projeto”.Comentou que conheceu o homenageado, falecido em acidente automobilístico em 1986, quando ainda era professor da escola Presidente Vargas “e sempre tivemos boas informações em relação a ele de uma pessoa íntegra e honesta (...) foi feliz a idéia do José Henrique Marques”, referindo-se ao diretor da Agência de Comunicação Municipal (Agcom). Parabenizou também o tema escolhido voltado para a educação.José Henrique, hoje com 43 anos, disse que conheceu Júlio Marques quando tinha 16 anos e trabalhou na então Assessoria de Imprensa da Prefeitura quando o homenageado era o assessor, sendo secretário, datilógrafo e repórter. “Eu aprendi a gostar dele como figura humana”. Afirmou que um dos compromissos dele como diretor da agência era resgatar o prêmio para a imprensa local para incentivar a boa reportagem e a escolha do nome de Júlio teve aceitação no meio da imprensa, principalmente entre os mais antigos que conviveram com Júlio.Afirmou que o prêmio Aracanga de jornalismo, instituído na administração anterior, foi aperfeiçoado. “Tiramos o nome de uma ave do Espírito Santo para homenagear um profissional de Dourados”.Tanto o presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais da Grande Dourados (Sinjorgran), Clóvis de Oliveira, como o presidente do Clube de Imprensa de Dourados (CID), Élvio Lopes, entidades parceiras nessa iniciativa, enalteceram o prêmio. Clóvis lembrou que Júlio foi uma espécie de precursor, em nível local, da figura do assessor de imprensa e atuou como um porta-voz entre o Executivo e os profissionais da área, lembrando que Dourados passa por uma fase de amadurecimento dos valores éticos e profissionais com o surgimento do curso de Jornalismo na Unigran.Élvio disse que se sentia satisfeito pela escolha “de uma pessoa que foi um dos fundadores do CID”. O vereador Ribeiro Arce concordou que a homenagem era justa e lembrou da fatalidade que tirou a vida, precocemente, de Júlio Marques aos 31 anos, quando viajava para Campo Grande. O acidente aconteceu em Novo Horizonte do Sul.Uma das representantes da família do homenageado, Cristina Almeida Frauze, agradeceu a honraria e disse que “a maior homenagem que um jornalista pode ter é saber que seu nome está sendo perpetuado pelo trabalho desenvolvido”.Júlio começou a trabalhar em O Progresso aos 11 anos. Era filho do jornalista Albano José de Almeida. Além da militância em assessoria, chegou a ter um jornal na cidade com vida efêmera: “Diário da Notícia”. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

UAUUUUU!!
Pitty posa sexy de lingerie em quarto de hotel
ECONOMIA
MS tem melhor saldo de emprego em julho desde 2012
COMIDA ÁRABE
Pacientes em tratamento contra o câncer aprendem receitas saudáveis e saborosas
DETERMINAÇÃO
Justiça proíbe transferências de presos para presídio de Três Lagoas
INTERNACIONAL
Mercosul concluiu acordo comercial com países do Efta, diz Bolsonaro
IMUNIZAÇÃO
Vacinação antirrábica terá pontos fixos amanhã em Dourados
DOURADOS
Encontro de fanfarras de percussão acontece amanhã na Praça Antônio João
TRÁFICO
Mulher é presa transportando maconha até Campo Grande
UNIÃO
Países da América do Sul se mobilizam contra incêndios florestais
FLAGRANTE
Homem que agrediu mulher é preso e tem arma apreendida

Mais Lidas

DOURADOS
VÍDEO: Guarda agride rapaz em abordagem na UPA e corregedoria abre inquérito para apuração
VALE QUANTO?
Peritos imobiliários avaliam Douradão para venda ou aluguel a pedido da prefeitura
VIOLÊNCIA
Bandidos encapuzados invadem casa no Santo André e agridem idoso a coronhadas
FÁTIMA DO SUL
Mulher morre ao ser atropelada por Fiorino em avenida