Menu
Busca sábado, 23 de março de 2019
(67) 9860-3221

Tetila vai transformar prêmio jornalístico em lei

18 dezembro 2003 - 11h55

Atendendo solicitação feita em público pelo vereador e jornalista Elecir Ribeiro Arce (PT), o prefeito de Dourados Laerte Tetila se comprometeu na noite de ontem, durante o lançamento do troféu imprensa “Júlio Marques de Almeida”, a enviar para a Câmara Municipal um projeto para transformar essa comenda em lei. Por enquanto a distinção está assegurada em decreto.Para um seleto público de profissionais da imprensa local, no restaurante Kikão, Tetila disse que considera a homenagem bastante justa “e com certeza orgulha todos os profissionais da área; com muito carinho vamos encaminhar esse projeto”.Comentou que conheceu o homenageado, falecido em acidente automobilístico em 1986, quando ainda era professor da escola Presidente Vargas “e sempre tivemos boas informações em relação a ele de uma pessoa íntegra e honesta (...) foi feliz a idéia do José Henrique Marques”, referindo-se ao diretor da Agência de Comunicação Municipal (Agcom). Parabenizou também o tema escolhido voltado para a educação.José Henrique, hoje com 43 anos, disse que conheceu Júlio Marques quando tinha 16 anos e trabalhou na então Assessoria de Imprensa da Prefeitura quando o homenageado era o assessor, sendo secretário, datilógrafo e repórter. “Eu aprendi a gostar dele como figura humana”. Afirmou que um dos compromissos dele como diretor da agência era resgatar o prêmio para a imprensa local para incentivar a boa reportagem e a escolha do nome de Júlio teve aceitação no meio da imprensa, principalmente entre os mais antigos que conviveram com Júlio.Afirmou que o prêmio Aracanga de jornalismo, instituído na administração anterior, foi aperfeiçoado. “Tiramos o nome de uma ave do Espírito Santo para homenagear um profissional de Dourados”.Tanto o presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais da Grande Dourados (Sinjorgran), Clóvis de Oliveira, como o presidente do Clube de Imprensa de Dourados (CID), Élvio Lopes, entidades parceiras nessa iniciativa, enalteceram o prêmio. Clóvis lembrou que Júlio foi uma espécie de precursor, em nível local, da figura do assessor de imprensa e atuou como um porta-voz entre o Executivo e os profissionais da área, lembrando que Dourados passa por uma fase de amadurecimento dos valores éticos e profissionais com o surgimento do curso de Jornalismo na Unigran.Élvio disse que se sentia satisfeito pela escolha “de uma pessoa que foi um dos fundadores do CID”. O vereador Ribeiro Arce concordou que a homenagem era justa e lembrou da fatalidade que tirou a vida, precocemente, de Júlio Marques aos 31 anos, quando viajava para Campo Grande. O acidente aconteceu em Novo Horizonte do Sul.Uma das representantes da família do homenageado, Cristina Almeida Frauze, agradeceu a honraria e disse que “a maior homenagem que um jornalista pode ter é saber que seu nome está sendo perpetuado pelo trabalho desenvolvido”.Júlio começou a trabalhar em O Progresso aos 11 anos. Era filho do jornalista Albano José de Almeida. Além da militância em assessoria, chegou a ter um jornal na cidade com vida efêmera: “Diário da Notícia”. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIOLÊNCIA
Líder rural é assassinada a facadas em assentamento no sudeste do Pará
DOURADOS
Homem é assaltado por trio quando trafegava próximo ao shopping
SELEÇÃO
Brasil enfrenta hoje o Panamá no primeiro amistoso da temporada
CRIME AMBIENTAL
Fazendeiros são autuados em R$ 19,5 mil por quatro desmatamentos
DESACOMPANHADOS
Nova lei exige autorização judicial para menores de 16 anos viajarem
CENTRO
Jovem de 22 anos perde motocicleta durante assalto em Dourados
EDUCAÇÃO
IFMS divulga local de prova e ensalamento de concurso para docentes
PONTA PORÃ
Clientes de mercado ficam na mira de 4 bandidos durante assalto
MÚSICA
Estão abertas as inscrições para o III Festival da Canção da UEMS
AQUIDAUANA
Colisão entre dois veículos deixa um morto e oito feridos na BR-262

Mais Lidas

HU
Dengue hemorrágica causa morte de menino de 11 anos em Dourados
LUTO
Fundadora da ADL, Ruth Hellman morre em Dourados
DOURADOS
Protesto contra a Reforma da Previdência leva centenas ao Centro
DOURADOS
Trio que matou e roubou cabeleireiro é condenado a 62 anos de cadeia