Menu
Busca domingo, 16 de junho de 2019
(67) 9860-3221

Testemunha pode ajudar a desvendar morte de Milena em Corumbá

16 dezembro 2003 - 11h20

A Polícia Civil de Corumbá confia em um depoimento para tentar apurar em quais circunstâncias ocorreram as mortes de Milena Alves de Arruda, de 7 anos, e de Luis Diego da Silva, de 16 anos, no final de setembro. O corpo da menina estava em um quarto da casa do rapaz e ele foi encontrado baleado na sala. Há duas hipóteses: o adolescente ter matado Milena e cometido o suicídio ou então outra pessoa ter estado na casa e cometido os crimes. O delegado que investiga o caso em Corumbá, Haroldo Matoso, disse que já há um depoimento contundente que pode ajudar a desvendar o caso. O exame residuográfico feito a partir de material coletado nas mãos do padrasto da menina e de Luis Diego não apontou vestígios de pólvora. No caso do rapaz, reconhece o delegado, a coleta ocorreu quando ele já estava internado e tinha passado por uma limpeza (o rapaz morreu no hospital). Necropsia apontou que a menina sofreu afogamento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSOS
Luísa Sonza se esquiva sobre saúde de Whindersson em encontro com a imprensa
BRASÍLIA
Conselho de Comunicação analisa pacote anticrime e liberdade de imprensa
CULTURA
Festival traz a Bonito espetáculos de dança, Bossa Nova e performances contemporâneas
POLÍCIA
Bolivianos tentam passar pela fronteira com cocaína e acabam presos
INTERNACIONAL
Apagão atinge 47,4 milhões de pessoas na Argentina e no Uruguai
ESPORTE
Com página virada, Seleção Feminina faz primeiro treino em Lille
ASSALTO
Pastor marido de deputada federal é executado no Rio
CAMPO GRANDE
Arrastão e pancadaria em saída de festa termina com 6 adolescentes na delegacia
POLÍTICA
Presidente do BNDES pede demissão após críticas de Bolsonaro
SAÚDE
Em agosto, Governo do Estado e Hospital Regional reativam serviço de cirurgias bariátricas

Mais Lidas

POLÊMICA
Dono da Havan manda “recado” a manifestantes após protesto em frente a loja de Dourados
DOURADOS
Jovem é preso com arma de fogo após disparar e errar tiros contra desafeto da mãe
CARUMBÉ
Morto em colisão frontal contra caminhão tinha 58 anos
DOURADOS
Polícia suspeita que grupo tenha assassinado tio e sobrinho na aldeia