Menu
Busca segunda, 09 de dezembro de 2019
(67) 9860-3221

Técnico de Portugal diz que equipe de Dunga é melhor

10 dezembro 2009 - 09h28

Adversário do Brasil na Copa-2010, o técnico de Portugal, Carlos Queiróz, classificou ontem o time de Dunga como mais forte do que em 2006. A declaração, durante a Footecon, fórum internacional de futebol, no Rio, foi feita ao lado do técnico Carlos Alberto Parreira, que comandou a seleção brasileira na Alemanha.
Parreira é um dos organizadores do evento e fez o convite a Queiróz, que disse se inspirar no brasileiro e em Alex Ferguson, treinador do Manchester. "Eu acho que esta equipe dirigida pelo Dunga tem uma particularidade que é muito difícil para os outros treinadores. A sua concentração, disciplina e empenho dos jogadores em trabalhar pela bola. Além da técnica, esse Brasil traz um Dunga na cabeça de cada jogador", falou o técnico de Portugal, elogiando o estilo empregado pelo brasileiro, que já foi comandado por ele duas vezes. O técnico português também reconheceu que sua seleção menosprezou o Brasil em amistoso entre as duas equipes, no ano passado. O jogo foi 6 a 2 para os brasileiros. "Não estávamos em forma, mas nossa abordagem a partir dos 20 minutos foi errada porque não respeitamos e consideramos as capacidades e o potencial dos brasileiros. E isso é fatal, mas não vamos fazer durante a Copa do Mundo."
Ontem, em sua palestra na Footecon, Queiróz revelou que após o amistoso teve conversa séria com seus atletas. "Disse a eles que se estivéssemos em um helicóptero e tivéssemos que nos jogar na selva nem todos estavam preparados para ir." Queiróz avaliou que ainda é cedo para fazer projeções sobre o Grupo G, que além de Brasil e Portugal conta com Costa do Marfim e Coreia do Norte. E se queixou de que, a seis meses do início do Mundial, os melhores jogadores poderão chegar longe de suas melhores condições físicas por conta dos vários torneios de clubes. "É a competição rainha e precisa dos melhores jogadores na melhor de suas formas, mas isso não tem sido possível porque todas as federações querem isso", argumentou.
Por essa razão, disse acreditar que não é um problema enfrentar o Brasil. "Na hora de começar o jogo, tudo é diferente. Um erro de um favorito pode significar um insucesso." Queiróz ainda falou sobre Cristiano Ronaldo. Disse que o jogador do Real Madrid hoje está mais "maduro" e pode liderar Portugal na África. "Quando o Cristiano foi eleito o melhor do mundo [em 2008] ele não foi atrapalhado por lesões. Neste ano, isso o atrapalhou muito, mas acho que já está ficando para trás e espero que ele possa ganhar jogos sozinho para nós."

Deixe seu Comentário

Leia Também

RECEITA FEDERAL
Cerca de 700 mil contribuintes caíram na malha fina em 2019
SAÚDE
Enfermeira é flagrada dormindo em UPA e secretaria diz que era intervalo
PARCERIA
BB prorroga condições da Semana de Negociação até O fional do ano
POLÍCIA
Casal do Paraná é preso por torturar criança adotada em MS há 2 meses
BOATE
Jogador francês de vôlei é preso em BH após denúncia de assédio
CORUMBÁ
Caminhão tomba após bater em caminhonete dirigida por motorista embriagado
ECONOMIA
Pagamento da 13ª parcela do Bolsa Família começa nesta terça
DOURADOS
Homem deixa chave no contato e tem moto furtada
MISTÉRIO
Helicóptero que caiu próximo a fronteira pertence a brasileiro
EDUCAÇÃO
Governo do Estado antecipa calendário e aulas começam antes do Carnaval

Mais Lidas

PESQUISA
Oito em cada dez pessoas já leram notícias falsas em redes sociais
RIBAS DO RIO PARDO
Furtou caixa de som da prefeitura e foi preso por série de furtos
POLÍTICA
Comissão aprova projeto de Nelsinho Trad, que prevê ginástica laboral
PARANAÍBA
Homem é preso por furtar saco de cimento de Centro de Educação Infantil