Menu
Busca sábado, 18 de janeiro de 2020
(67) 9860-3221

TCE/MS é o primeiro a lançar site do Promoex

08 agosto 2006 - 14h49

O Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul (TCE/MS) será a primeira Corte Fiscal do País a lançar nos próximos dias o site www.promoex.tce.ms.gov.br, para testar ferramentas de trabalho da Internet, onde os técnicos de todo o país irão trocar informações e softwares para implantação da Rede e do Portal Nacional que irá interligar os TC’s. Participam desse trabalho os 39 órgãos que assinaram o protocolo nesse sentido, no mês de julho, em Belo Horizonte durante o 1º Fórum do Promoex.Já nesse Fórum, de acordo com o presidente do TCE/MS, José Ancelmo dos Santos Mato Grosso do Sul, através do coordenador da Unidade Executora Local do Promoex, Norman Kalmus foi quem coordenou todo o trabalho apresentando a proposta de funcionamento da Rede e do Portal Nacional. Essas propostas também foram levadas a Brasília e apresentadas no Instituto Ruy Barbosa e Atricon por José Ancelmo e Norman Kalmus.Segundo Kalmus, o Portal Nacional a ser implantado irá dar mais transparência aos Tribunais de Contas de todo o país, já que através da Internet o cidadão poderá acessar as informações passíveis de serem divulgadas. “Com isso, os problemas de comunicação hoje, existentes com a sociedade tendem a acabar”, analisa.No entanto, ainda segundo o coordenador local do Promoex, os técnicos precisam conversar e trocar idéias sobre a implantação da Rede Nacional. Para isso, o TCE/MS está disponibilizando a estrutura necessária para testar essa Rede. Além dos Tribunais, nesse Fórum participaram cinco Ministérios que também vão integrar-se à Rede. Kalmus explicou que nesse momento o Promoex é extremamente técnico, ou seja, trata-se da montagem de uma estrutura (Rede), aonde os técnicos vão poder conversar para que no futuro próximo, estejam interligados e adotar procedimentos padrões na fiscalização de seus jurisdicionados. Num segundo momento, esses jurisdicionados também vão estar interligados a Rede. “A intenção é tornar ágil a fiscalização, e diminuir consideravelmente a quantidade de papel hoje despendida”, conclui. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

PONTA PORÃ
Do interior de veículo, homem atira contra namorada de 22 anos
PRÊMIOS
Nota Dourada terá primeiro sorteio na proxima segunda-feira
CRIME AMBIENTAL
Aposentado é autuado em R$ 6 mil por desmatamento em área protegida
PRAZO
IFMS encerra amanhã seleção para professores de educação especial
DOURADOS
Jovem é preso com maconha que seria levada para o Mato Grosso
BRASIL
Prazo para eleitor regularizar título termina no mês de maio
CARANDÁ BOSQUE
Homem espera na porta do trabalho e atira contra a ex-namorada
EDUCAÇÃO
Após reclamações, Inep esclarece como são calculadas notas do Enem
MEIO AMBIENTE
Agricultor é multado em R$ 50 mil por contrabando de agrotóxicos
FUTEBOL
Carioca 2020 começa neste sábado, escanteado e sem Flamengo na TV

Mais Lidas

CAPITAL
Veterinária deixa motel em surto e morre embaixo de caminhão
DOURADOS
Homem é preso por destruir celular em operação deflagrada para esclarecer homicídio
DOURADOS
'Rua do medo' tem dois entregadores assaltados em 10 dias
TRÁFICO
Polícia flagra esquema de venda de droga no cartão em Dourados