Menu
Busca segunda, 15 de julho de 2019
(67) 9860-3221

Tapar um buraco deixando o outro aberto

08 julho 2015 - 06h25

O silêncio feito por parte da Funai (Fundação Nacional do Índio) e do Ministério da Justiça, serve para confirmar que o governo federal tem tampado buracos, deixando outros abertos, em relação a segurança nas áreas de conflito em Mato Grosso do Sul. Sem a capacidade de resolver essa ‘guerra’ entre produtores rurais e indígenas, os poucos policiais da Força Nacional de Segurança que patrulhavam as aldeias de Dourados, deixaram temporariamente a região para garantir a segurança nas proximidades de Coronel Sapucaia e Aral Moreira, onde as brigas por terras ganharam atenção maior nos últimos dias por conta de invasões a propriedades.

A inabilidade por parte dos órgãos responsáveis em lhe dar com esses conflitos, deixou a maior população indígena do Estado – já em condições precárias de segurança – ainda mais vulnerável.

O trabalho dos policiais que estão nas áreas de fronteira, são feitos agora por lideranças que se arriscam para poder conter a ordem no local. Porém, com essa ‘brecha’ deixada pela falta de policiamento, mais uma vez abre-se espaço para a implantação de milícias dentro das aldeias Bororó e Jaguapiru.

Não que o local onde fazendeiros e índios brigam seja menos importante que a segurança nas aldeias de Dourados, longe disso. O problema maior está em tampar um buraco deixando o outro aberto.

O Ministério da Justiça deveria, diante da necessidade, deslocar outras equipes para o local e não, do nada, retirar os homens que prestam serviço aos moradores da Reserva Indígena.

Que os conflitos na região de fronteira se acabem o mais rápido possível para que depois, quem sabe, a Força Nacional possa patrulhar novamente as aldeias de Dourados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Homem é morto no Jardim Pantanal; segundo homicídio da noite
STREAMING
Série brasileira que vai mostrar realidade na favela estreia em agosto
DOURADOS
Homem é assassinado a tiros em conveniência
ECONOMIA
Dólar fecha em alta, seguindo exterior e de olho em reforma da Previdência
DOURADOS
Homem é baleado no Jardim Pelicano
BR-463
Homem tenta fugir e acaba preso com meia tonelada de maconha
CAMPO GRANDE
Banco é condenado a restituir cliente vítima de fraude
IDENTIFICAÇÃO
TSE vai definir primeiras cidades que vão emitir DNI
MS-276
Caminhonete bate em carreta e deixa uma pessoa morta
CLIMA
Após tardes quentes, frio deve voltar na quarta em Dourados

Mais Lidas

VIOLÊNCIA
Mulher é presa após espancar a filha de 4 anos em Dourados
TRÂNSITO
Acidente na Coronel Ponciano mata motociclista, deixa passageira ferida e motorista foge
DOURADOS
Homem morre após ser esfaqueado em bar na Vila Rosa
DIOCLÉCIO ARTUZI
Após denúncia por som alto, mulher, filho e nora agridem vizinhos e danificam casa das vítimas