Menu
Busca Sábado, 18 de Novembro de 2017
(67) 9860-3221
Sertão - Novembro 2017

Sul-mato-grossense pode ser condenada à morte na Síria

06 Dezembro 2003 - 07h53

A sul-mato-grossense Adélia Ajala, que está presa desde 2002, junto com Ubirajara Noé Silveira, na Síria, por tráfico de drogas, pode ser condenada à morte. Desde 1993, a Justiça da Síria está autorizada a aplicar a pena capital para narcotraficantes. Adélia Ajala foi pega no aeroporto de Damasco, capital síria, carregando cocaína na bagagem. Casada e mãe de três filhos, ela está na prisão de Duma, localizada a cerca de 30 quilômetros da capital. Segundo informações obtidas pela Agência Brasil em Damasco, as prisões locais costumam fornecer apenas duas refeições por dia. O Brasil não tem acordo de extradição com a Síria. Para se obter informações básicas sobre os prisioneiros, como data de julgamento e estado de saúde da dupla, por exemplo, é preciso a intervenção de advogados constituídos em território sírio. A assessoria do Ministério das Relações Exteriores informa não ter sido oficialmente notificada das prisões de Ubirajara e Adélia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BARBÁRIE
Marcada para dezembro audiência sobre acusado de estupro e morte de menino em MS
VIOLÊNCIA
Idoso é encontrado morto na sala de casa com perfurações de faca
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Comissão aprova redução de IPI a consumidor que entregar carro antigo para desmanche
SÉRIE B DO ESTADUAL
Operário de Dourados e Misto se enfrentam em jogo que pode definir acesso a Série A
DOURADOS
Ladrão invade e furta posto na avenida Guaicurus
CORUMBÁ
Dono de restaurante é flagrado com pescado ilegal e multado em R$ 76 mil
BR-262
Motorista é preso trafegando sob efeito de drogas
BRASIL
Anvisa autoriza registro de genérico contra câncer de próstata
TRAGÉDIA
Homem é assassinado durante discussão com a ex
DOURADOS
Em 40 minutos, chuva quase ultrapassa acumulado em 17 dias

Mais Lidas

DOURADOS
Estudante é encontrado pela família após horas desaparecido
DESAPARECIDO
Estudante desaparece e deixa família desesperada em Dourados
IPÊ ROXO
Homem é preso ao tentar estuprar menor em Dourados
DÉFICIT DE R$ 21 MILHÕES
Prefeitura declara “emergência financeira” na Funsaud