Menu
Busca Segunda, 22 de Janeiro de 2018
(67) 9860-3221
Escola Sesc - Janeiro 2018

Sul-mato-grossense pode ser condenada à morte na Síria

06 Dezembro 2003 - 07h53

A sul-mato-grossense Adélia Ajala, que está presa desde 2002, junto com Ubirajara Noé Silveira, na Síria, por tráfico de drogas, pode ser condenada à morte. Desde 1993, a Justiça da Síria está autorizada a aplicar a pena capital para narcotraficantes. Adélia Ajala foi pega no aeroporto de Damasco, capital síria, carregando cocaína na bagagem. Casada e mãe de três filhos, ela está na prisão de Duma, localizada a cerca de 30 quilômetros da capital. Segundo informações obtidas pela Agência Brasil em Damasco, as prisões locais costumam fornecer apenas duas refeições por dia. O Brasil não tem acordo de extradição com a Síria. Para se obter informações básicas sobre os prisioneiros, como data de julgamento e estado de saúde da dupla, por exemplo, é preciso a intervenção de advogados constituídos em território sírio. A assessoria do Ministério das Relações Exteriores informa não ter sido oficialmente notificada das prisões de Ubirajara e Adélia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRANQUILIDADE
Destinos para quem quer um carnaval mais tranquilo
MARUN
Governo vai buscar "caminho jurídico" para garantir posse de Cristiane Brasil
COTAÇÕES
Petrobras anuncia redução nos preços do diesel e da gasolina
CASA PRÓPRIA
Prefeitura de Dourados regularizou mais de 500 imóveis em 2017
DROGA EM VAN
Jovem que viajava em van é preso com cinco tabletes de maconha
EDUCAÇÃO
Inscrições para o Sisu 2018 começam nesta terça-feira
CONCURSO
Divulgado resultado definitivo da prova de títulos para Delegado de Polícia
ABV 30 ANOS
Supermercado realiza último sorteio da Campanha Abevê 30 anos
RIO BRILHANTE
Após ultrapassagem proibida, polícia aprende carro com maconha
SAÚDE
Carreta do Hospital do Câncer de Barretos realiza exames gratuitos

Mais Lidas

DOURADOS
Homem morre após veículo bater em árvore na Hayel
PONTA PORÃ
Veículo furtado no centro de Dourados capota na BR-463
BR-463
Após perseguição, homem é preso com 700 quilos de maconha
WEIMAR
Mineiro perde veículo ao estacionar no centro de Dourados