Menu
Busca domingo, 16 de fevereiro de 2020
(67) 9860-3221

STJ confirma condenação do ex-prefeito Paulo Maluf

27 janeiro 2004 - 10h46

O Superior Tribunal de Justiça de São Paulo (STJ) confirmou, ontem, a condenação do ex-prefeito de São Paulo, Paulo Maluf (PP). Maluf foi condenado em ação popular por contratar sem licitação uma rede de televisão privada para transmitir a 1ª Maratona de São Paulo, em 1995. Maluf já havia sido condenado, em 2003, pelo Tribunal de Justiça. Os advogados do ex-prefeito, no entanto, prometem recorrer da decisão. Caso o recurso não tenha êxito, o ex-prefeito deverá devolver aos cofres do município R$1,2 milhão, corrigidos.Na época, a oposição acusou Maluf de organizar a Maratona com fins eleitoreiros, já que a prova passava por várias obras viárias recém-inauguradas pelo ex-prefeito. Além da ação popular, Maluf é processado pelo Ministério Público (MP), que o acusa de improbidade administrativa ao fazer o contrato sem licitação. O MP pede a cassação dos direitos políticos do ex-prefeito.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO
Maconha que seria levada para o Ceará é apreendida em MS
CONTRABANDO
PRF apreende de 2 toneladas de agrotóxicos escondidos em carga de leite
SAÚDE
Cai para três número de casos suspeitos de coronavírus no Brasil
CORUMBÁ
Escolas de samba realizam pré-desfile neste domingo
CAMPEÃO
Trio decide, Flamengo domina o Athletico-PR e conquista a Supercopa
DROGAS
Duas mulheres são presas por tráfico em ônibus que passava por Dourados
INTERNACIONAL
Número de casos de coronavírus em navio no Japão chega a 355
DOURADOS
Líderes de motim que causou estragos na Unei são levados à delegacia
FUTEBOL
Governo lança projeto para promover direitos humanos no esporte
PONTA PORÃ
Leitura entre detentos é estimulada com a doação de livros a presídio

Mais Lidas

VILA SÃO BRÁS
Venezuelanos são flagrados consumindo maconha em bairro de Dourados
HARRISON DE FIGUEIREDO
Adolescente é detido e jovem é presa por tráfico, receptação e posse
DOURADOS
Dupla é presa por porte e posse ilegal de arma de fogo
FURTOS
Ladrões fazem “arrastão” e levam motos em Dourados