Menu
Busca terça, 28 de janeiro de 2020
(67) 9860-3221

STJ anula multa de trânsito aplicada por radar em 2002

08 agosto 2006 - 11h58

A 2ª Turma do STJ (Superior Tribunal de Justiça) decidiu por unanimidade que são inválidas as multas de trânsito por infração detectada por radares ou outros aparelhos eletrônicos entre maio e outubro de 2002. O ministro João Otávio de Noronha, relator do recurso no STJ, entendeu que nesse período não havia a necessária regulamentação no Código de Trânsito Brasileiro, tornando-o inaplicável.A decisão é resultado de ação movida pela arquiteta Ana Maria Keating da Costa Arsky, que acionou o DER-DF (Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal) pedindo a anulação das multas de trânsito por excesso de velocidade. O código condicionou a aplicação da norma à expedição de regulamentação pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito). Assim, para que a infração de trânsito emitida por aparelho eletrônico seja válida, é necessário que haja uma norma anterior. Até maio de 2002, estava em vigor a resolução nº. 131/2002, que regulava a matéria. Mas a deliberação nº. 34, de 10/5/2002, revogou a resolução e, apenas em outubro de 2002, foi editada a resolução nº 140, que trouxe novamente a necessária regulamentação do artigo 280 do código.Dessa forma, não são válidas as infrações expedidas por radares ou outros aparelhos eletrônicos nesse intervalo de tempo em que não havia regulamentação do código, devendo ser anuladas por não estarem dentro dos parâmetros legais. As demais autuações, no entanto, são válidas.O ministro João Otávio de Noronha citou em seu voto decisão anterior relatada pela ministra Eliana Calmon, que considerou que “o Código de Trânsito, ao autorizar a utilização de aparelho eletrônico ou equipamento áudio-visual na aferição de infração de trânsito, subordinou a aplicação à existência de regulamentação pelo Contran”. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Paciente em surto arranca soro do braço e deixa UPA ensanguentada
JUDICIÁRIO
Plano de saúde incluirá criança sob guarda judicial como dependente
CAMPO GRANDE
Homem acusado de estuprar enteada de 11 anos foge após denúncia
DOURADOS
Secretário destaca esforço para garantir crianças em salas de aula
CAPITAL
Família procura por homem com alzheimer desaparecido a quatro dias
CRISE
Governo anuncia demissão do presidente do INSS, Renato Rodrigues Vieira
PARAÍSO DAS ÁGUAS
Identificado homem que morreu em capotamento provocado por anta na BR-060
ENSINO SUPERIOR
Resultado do Sisu 2020 é liberado após STJ atender recurso do MEC
POLÍCIA
Casal que levava carro roubado para fronteira é preso
JUSTIÇA
Companhia aérea indenizará passageiro por tratamento indevido

Mais Lidas

VÍDEO
Ventania derruba árvores e destelha casas na região sul de Dourados
REGIÃO
Condutor de caminhonete é preso após atingir sete veículos estacionados
IVINHEMA
Confusão em posto termina com um morto e outro ferido por PM de folga
DOURADOS
Mulher deixa carro com chave na ignição e tem surpresa 15 horas depois