Menu
Busca terça, 19 de fevereiro de 2019
(67) 9860-3221
DOURADOS

Servidores da UFGD entram em greve na segunda-feira

Servidores da UFGD entram em greve na segunda-feira

09 novembro 2017 - 18h05Por Gizele Almeida

A partir desta segunda-feira (13), técnicos administrativos da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) “cruzam os braços” por tempo indeterminado.  A categoria realiza ainda um ato contra a Reforma Trabalhista nesta sexta-feira (10). 

Conforme Marcelo Matias de Almeida, coordenador do Sintef, a greve ocorre como um posicionamento dos servidores contra a perda de direitos. 

“Várias situações tem sido ameaças a nossa categoria com sinalização a retirada de incentivos, demissão voluntária, enfim, o cenário é complicado e parece que só a classe trabalhadora tem que pagar a conta”, diz. 

Ele afirma que a paralisação seguirá por tempo indeterminado. A mesma foi definida em assembleia geral ordinária no dia 07 de novembro. 

As próximas ações do movimento grevista serão divulgadas pela categoria na próxima semana. 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAL
Adolescente nega ter estuprado irmãos e é liberado
EM BRASÍLIA
Secretário discute integração de órgãos de segurança pública
POLÍTICA
Bolsonaro assina Projeto de Lei Anticrime
GERAL
Concurso da Educação registra 18% de abstenção para administrativos e 2% para o Magistério
DOURADOS
Jornalistas planejam programação de 30 anos do Sinjorgran
DOURADOS
Candidato à reeleição da Cassems, Ayache fala sobre conquistas e propostas na nova gestão
OPERAÇÃO FANTOCHE
Alvo da PF, Fiems diz que federais buscavam informações sobre contratos entre 2010 e 2013
SAÚDE
SUS oferece atendimento gratuito às pessoas que sofrem com alcoolismo
CHEIRO DE POLÊMICA?!
Zé Loreto é criticado por suposto caso com Marina Ruy Barbosa
DOURADOS
Promotores vão à Câmara entregar documentos de investigação contra vereadores

Mais Lidas

TRAGÉDIA
Motociclista atropela, mata criança de 1 ano em Dourados e foge do local
DOURADOS
Motorista tenta desviar de outro veículo e bate carro em árvore
NOVA ANDRADINA
Mãe de 16 anos mata filha de apenas 21 dias
DOURADOS
Um ano após pedido de demissão, ex-secretário de Délia retorna à prefeitura